Header Ads

Vera Cruz Casa de Saúde atinge padrões internacionais no tratamento da Covid-19

 Hospital reduz em 40% tempo de permanência do paciente durante tratamento; índice de mortalidade é menor que média nacional

POR AMANHECER DA NOTICIAS

O Vera Cruz Hospital, que dedica um espaço exclusivo para o atendimento às vítimas do novo coronavírus, atingiu, na última semana, ocupação de 75% dos leitos destinados à Covid-19, mesmo percentual do início da pandemia. O tempo de internação caiu 40% e a taxa de mortalidade registrada é menor que a média nacional, seguindo padrões internacionais. "Quando a pandemia teve início, tivemos casos de pacientes internados por 40 dias. Em alguns meses, reduzimos este tempo para 10 dias. Agora, nosso tempo de permanência está em torno de 5 a 6 dias, uma redução significativa, o que demonstra importante curva no aprendizado da ciência, além da redução no índice de mortalidade. Essa mudança se deve a uma dedicação intensa de profissionais que estudaram e aprenderam na linha de frente, trabalhando intensamente", explica Erickson Blun, diretor-presidente do Vera Cruz Hospital.


Atualmente, O Vera Cruz Casa de Saúde conta com 40 leitos de Terapia Intensiva e 30 leitos de quartos simples ou duplos para tratamento da Covid-19, sendo 10 destinados ao Sistema Único de Saúde (SUS), contratados pela Prefeitura Municipal de Campinas. Ainda temos condições de aumentar alguns leitos completos, com respiradores, bombas de infusão e monitores, caso tenhamos um crescimento dos casos", afirma Blun. Em 10 meses, a unidade atendeu mais de 25 mil pessoas, atingindo padrões internacionais no tratamento da doença. Foram mais de 700 pessoas que receberam alta desde março do ano passado.


Índices internacionais


Um estudo publicado na revista científica The Lancet Respiratory Medicine, divulgado em janeiro, mostrou que 80% dos pacientes que precisaram de ventilação mecânica, ou seja, foram intubados em razão da Covid-19, morreram no Brasil. A pesquisa traz uma análise retrospectiva de todos os 254.288 pacientes que foram hospitalizados no país com diagnóstico confirmado por meio do exame RT-PCR.


A Casa de Saúde revelou, no entanto, que na unidade esses índices são de 47%. A pesquisa revelou ainda que a mortalidade dos pacientes internados no Brasil é de 38%, enquanto no Vera Cruz Hospital ela atinge apenas 13%. "Com 6,5 mil casos confirmados da Covid-19 no Vera Cruz Casa de Saúde, a unidade conta com uma taxa de mortalidade de 1%, menor do que a média nacional, de 2,45%. Os números colocam o hospital em um patamar internacional. Nos Estados Unidos, por exemplo, a taxa é de 1,6%", explica Blun. Em São Paulo, a taxa de mortalidade atinge 3,3% e, em Campinas, 2,73%. "Tanto a redução do tempo de internação quanto a taxa de mortalidade em 1% reafirmam a seriedade na atuação do Vera Cruz Hospital em atuar com excelência junto aos pacientes. Porém, a nossa torcida é para que as vacinas cheguem para a população geral antes de um possível aumento nessa curva", avalia Blun.


No último dia 22, um grupo de 1,2 mil funcionários do Vera Cruz Hospital, que atuam na linha de frente ao combate da doença, foi imunizado com a primeira dose da vacina. "Uma sensação de alívio muito grande em momento importante e que indica que não estamos mais tão longe de uma vida normal", completa o diretor-presidente.


Sobre o Vera Cruz Hospital


Em 77 anos de existência, o Hospital Vera Cruz é reconhecido pela qualidade de seus serviços, capacidade tecnológica, equipe de médicos renomados e por oferecer um atendimento humano que valoriza a vida em primeiro lugar. O Vera Cruz dispõe de 167 leitos distribuídos em diferentes unidades de internação, em acomodação individual (apartamento) ou coletiva (dois leitos), UTIs e maternidade. A Instituição conta também com setores de Quimioterapia, Hemodinâmica, Câmara Hiperbárica Monoplace, Radiologia (incluindo tomografia, ressonância magnética, densitometria óssea, ultrassonografia e raio-x), e laboratório com o selo de qualidade Fleury Medicina e Saúde. Em outubro de 2017, a Hospital Care tornou-se parceira do Vera Cruz. Em pouco mais de dois anos, a aliança registra importantes avanços na prestação de serviços gerados por investimentos em inovação e tecnologia. Em médio prazo, o grupo prevê expansão no atendimento com a criação de dois novos prédios erguidos na frente e ao lado do hospital principal, totalizando 17 mil m² de áreas construídas a mais. Há 30 anos, o Vera Cruz inaugurou e mantém a Fundação Roberto Rocha Brito, referência em treinamentos e cursos de saúde na Região Metropolitana de Campinas, tanto para profissionais do setor, quanto para leigos, e é uma unidade credenciada da American Heart Association.

 Gravidez na adolescência: um problema de saúde pública

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.