Header Ads

Deficiência nutricional pode causar alopecia nos cães

 Substituir a ração seca por comida natural pode ajudar muito na prevenção e solução do problema

POR AMANHECER DA NOTICIA

A alopecia, perda de pelo nos cachorros, com o surgimento de áreas calvas em seu corpo, pode ser causada por vários fatores, como alergias, fungos, ácaros, causas genéticas, hiperadrenocorticismo (HAC) ou síndrome de Cushing, doença ligada à produção excessiva do hormônio cortisol, estresse e deficiência alimentar ou falta de adaptação à ração. A explicação é da zootecnista Fernanda Guimarães, da Dog Natural Food, empresa pioneira na fabricação de comida natural para cães utilizando o método de cocção sous-vide / sob vácuo.


Questões ligadas aos alimentos são uma das causas comuns da alopecia. Quando o cachorro apresenta os sintomas e forem descartadas pelo veterinário outras causas possíveis, é preciso focar nos cuidados com a nutrição. Em primeiro lugar, deve-se verificar se está comendo a quantidade correta e a qualidade. Também é importante verificar se os próprios produtos não causam alergia no animal. Estes casos são recorrentes.


Uma boa opção, em todas as situações, é substituir a ração seca pela comida natural, mais saudável, nutritiva e saborosa. Isso supre eventuais deficiências nutricionais, reduz muito o risco de alergias e melhora a qualidade da vida do animal, salienta Fernanda. Ela explica que, no caso da alopecia, a mudança da dieta não é um remédio de efeito imediato. Trata-se de um estilo de vida saudável para o cão. Após um determinado tempo de consumo e dependendo do organismo de cada animal, costuma ocorrer melhora significativa da pelagem e pele.


A zootecnista relata que a alopecia tem sido um dos principais motivos para que os tutores de cães venham substituindo a ração seca pela comida natural, visando melhorar a condição do pet ou até mesmo para prevenir a queda de pelos. É importante, porém, que o animal tenha boa qualidade na rotina diária, tomando sol, caminhando com os tutores, boa higiene e banhos regulares, com periodicidade adequada a cada raça. "A saúde dos cachorros depende de toda uma conjugação de fatores, desde a vacinação até bons hábitos diários de alimentação e cuidados", salienta.


A zootecnista alerta, por outro lado, que há períodos em que os cachorros trocam de pelagem, ocorrendo natural queda de pelos. Esse processo não deve ser confundido com alopecia, pois é absolutamente normal. É importante acompanhar com atenção o brilho do pelo e o comportamento do cão. "Em caso de sintomas, como ocorre com qualquer enfermidade, o amigo deve ser levado ao veterinário", conclui Fernanda.


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.