Header Ads

Reabertura do Museu da Energia de Itu tem novidade na programação

 O retorno das atividades presenciais em 1º de julho conta com o lançamento da exposição "Água Virtual" e passa a oferecer vídeo-guia em libras aos visitantes surdos e com baixa audição

POR AMANHECER DA NOTICIA

Após mais de um ano fechado, o Museu da Energia de Itu, instituição ligada à Fundação Energia e Saneamento, reabre as portas para os visitantes no dia 1º de julho (quinta-feira). A unidade inaugura a mostra "Água Virtual", conceito que refere-se à quantidade de água embutida na produção de insumos, como alimentos, roupas e equipamentos. Por meio de uma linguagem simples, o público é estimulado a repensar sua relação de consumos e uso consciente dos recursos naturais, especialmente, a água. Em 2020, o grupo de estudos da unidade realizou uma pesquisa que abordou diversos tópicos do tema, o que auxiliou na produção da exposição. Os agendamentos estão disponíveis para grupos de até 5 pessoas, às 10h ou 14h, de quinta-feira à sábados.


Outras atrações


No casarão histórico, é possível viajar no tempo não só pela arquitetura do espaço, mas pelo acervo que mostra como a energia elétrica impactou a vida da população. Nesse momento, a unidade não realizará atendimento de grupos escolares e de turismo. "Durante os últimos meses, o Museu esteve próximo do seu público em geral através de ações e conteúdos nas redes sociais. Essa relação não é a mesma que a presencial, mas é tão importante quanto. Porém, para o Museu estar vivo as pessoas precisam estar lá, pois os visitantes dão vida ao patrimônio. A reabertura vai proporcionar o reencontro (ainda tímido) com o nosso público e será uma opção de lazer para as pessoas que estão retomando a realização de atividades culturais", explica Ana Sbrissa, coordenadora do Museu da Energia de Itu.


Na exposição Arqueologia os painéis apresentam o trabalho de prospecção arqueológica realizada nos jardins do Museu, e que revelam o cotidiano dos moradores que habitaram o seu sobrado oitocentista desde meados do século XIX. As prospecções arqueológicas efetuadas no quintal do Museu em 1999, ano de sua inauguração, resultaram na coleta de 3,8 mil fragmentos que revelam, além do cotidiano dos moradores que viveram no sobrado desde os mil e oitocentos, a presença de indígenas no local, com o achado de frações de peças de tradição tupi-guarani, com datação estimada do século XVII. Entre os objetos que recontam a história do local, destacam-se artefatos cerâmicos, utensílios domésticos e fragmentos de vidros. Na ocasião, foram expostos alguns dos fragmentos encontrados no quintal do Museu.


História, Energia e Cotidiano é uma mostra de longa duração que apresenta nova ambientação, maquetes, imagens, objetos e curiosidades, destacando como os novos modos de iluminar e a chegada da eletricidade mudaram a vida cotidiana dos brasileiros. Composta por objetos e imagens do acervo da Fundação Energia e Saneamento e dividida em seis salas temáticas, "História, Energia e Cotidiano" revela ao visitante como a energia elétrica participou das intensas transformações do último século que influenciam, até hoje, o comportamento em sociedade, ao proporcionarem um estilo de vida de maior conforto e praticidade.


O Museu estará também com a exposição temporária "Rodas e Trilhos: Eletricidade nos Transportes", instalada no andar térreo da unidade, apresenta a história de bondes, trens e ônibus elétricos e sua expansão pelo Estado de São Paulo, além de destacar a implantação dos bondes elétricos em Sorocaba, um dos primeiros sistemas do tipo no Estado, e das ferrovias eletrificadas da Sorocabana.

A exposição também apresenta uma cronologia e curiosidades sobre a história dos meios de transporte em Itú e explora a trajetória de outros meios à tração elétrica como o metrô e o recente VLT, além do futuro do transporte individual com os carros elétricos. Além de painéis, fotos e documentos, conta com vitrines de objetos, com itens que fizeram parte do sistema de transporte elétrico da Capital, como uma manivela de acelerador de bonde de 1900 e um comando automático de estação de trólebus dos anos 1950 - o que havia de mais moderno à época, o aparelho antecede os computadores atuais que permitem o gerenciamento remoto.


"Nosso foco é mostrar que a eletricidade trouxe evolução em muitos aspectos do nosso dia a dia, mas também impacta a nossa relação com o meio ambiente e os recursos naturais", conta Ana.






Serviço


Museu da Energia de Itu


Endereço: Rua Paula Souza, 669 - Centro, Itu


Informações pelos telefones (11) 4022-6832 ou pelo e-mail itu@museudaenergia.org.br


Agendamento pelo site: https://bit.ly/VisitaMuseuEnergiaItu


Funcionamento: Quinta à Sábado


Horários disponíveis para agendamento: 10h ou 14h


Ingresso: R﹩ 4,00


Meia-entrada: Estudantes, pessoas com deficiência e um acompanhante, jovem de baixa renda com ID Jovem. É necessário a apresentação de comprovante.


Isenção: Crianças até 7 anos, Professores, maiores de 60 anos, guias e monitores de turismo, policiais civis, militares e guardas municipais, e funcionários das empresas mantenedoras da Fundação Energia e Saneamento. É necessário a apresentação de comprovante.


Sábado: Gratuidade.


Importante: O Museu da Energia e sua rede prezam pela segurança e saúde dos visitantes e colaboradores. Sendo assim, cada unidade possui um protocolo de reabertura, seguindo as orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e de órgãos brasileiros de saúde pública.


Sobre a Fundação Energia e Saneamento


Desde 1998, a Fundação Energia e Saneamento pesquisa, preserva e divulga o patrimônio histórico e cultural dos setores de energia e de saneamento ambiental. Atuando em várias regiões do Estado de São Paulo por meio das unidades do Museu da Energia (São Paulo, Itu e Salesópolis), realiza ações culturais e educativas que reforçam conceitos de cidadania e incentivam o uso responsável de recursos naturais, trabalhando nos eixos de história, ciência, tecnologia e meio ambiente.


EMPRESA MANTENEDORA DA FUNDAÇÃO ENERGIA E SANEAMENTO


CESP


PATROCINADOR MASTER


CTG Brasil


PATROCINADOR


Comgás - Companhia de Gás de São Paulo

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.