Header Ads

Semana Nacional de Prevenção à Gravidez na Adolescência é celebrada com ações de conscientização

 Ministério quer reduzir os índices de infecções sexualmente transmissíveis e gravidez na adolescência, decorrentes da iniciação sexual precoce


POR AMANHECER DA NOTICIAS

Na semana em que se celebra a Prevenção à Gravidez na Adolescência, o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH) realiza uma série de ações de conscientização, com o fim de fomentar as discussões sobre o tema. Entre elas, está a realização de uma campanha nas redes sociais, um webinário e o desenvolvimento de um hotsite (site promocional) para abordar a temática.


"Estamos trabalhando para que nossas crianças e adolescentes possam ter acesso direto às informações necessárias para que exerçam sua sexualidade com responsabilidade, de maneira saudável e no tempo certo. Queremos reduzir os índices de gravidez na adolescência e das doenças sexualmente transmissíveis", diz o secretário nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (SNDCA), Maurício Cunha.


O webinário será realizado nesta terça-feira (02), com a presença da ministra Damares Alves (MMFDH) e do titular da SNDCA. Na ocasião, serão discutidos temas como afetividade, parentalidade e sexualidade.


O objetivo do evento é apresentar diretrizes para a implementação de ações governamentais relacionadas à prevenção do início sexual precoce e da gravidez de crianças e adolescentes. O tema será abordado sob o ângulo da proteção e efetivação dos direitos desse público.


Campanha


Em relação à campanha nas redes sociais, o MMFDH está veiculando uma série de cards publicitários em suas redes sociais, produzidos em parceria com o Ministério da Saúde (MS). A campanha utiliza a hashtag "Tudo tem seu tempo" (#tudotemseutempo) e incentiva "Adolescência primeiro, gravidez depois".


A mensagem transmitida pelo material informa que a gravidez na adolescência traz consequências para toda a vida. "Informe-se. Reflita. Converse com sua família. Planeje seu futuro e procure orientações em uma unidade de saúde", é o que a campanha orienta.


Hotsite


Além disso, o MMFDH está trabalhando no desenvolvimento de um hotsite para disponibilizar material governamental sobre a prevenção à gravidez na adolescência. A iniciativa deve seguir o modelo do "Portal Reconecte", da Secretaria Nacional da Família (SNF/MMFDH).


No hotsite, serão disponibilizados vídeos, cartilhas, e-books, chats on-line, material de campanha, entre outros. O principal objetivo da página é fornecer acesso mais amplo ao conhecimento científico e humanístico, bem como às ações desenvolvidas pela SNDCA.


A pasta espera que a ação resulte em uma maior disseminação de informações às crianças e adolescentes, para que os índices de gravidez não planejada nessa faixa etária sejam reduzidos, assim como os índices de infecções sexualmente transmissíveis.


Histórico


Instituída pela Lei nº 13.798/19, a Semana Nacional de Prevenção da Gravidez na Adolescência é celebrada no período do ano que inclui o dia 1º de fevereiro. Dados da OMS divulgados em 2017 revelaram que na América Latina e no Caribe, a taxa de gravidez entre adolescentes é a segunda mais alta do mundo, superada apenas pela média da África Subsaariana.

 Sesi e Senai-SP já adotaram 149 cães

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.