Header Ads

Isolamento social pode agravar doenças de pele, afirma especialista

 No dia do Dermatologista, médica do Vera Cruz Hospital explica os cuidados necessários durante a pandemia


POR AMANHECER DA NOTICIAS

A queda de 48% na procura por exames para detectar câncer de pele - dado divulgado em dezembro do ano passado pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), comparando os anos de 2019 e 2020 - traz uma preocupação extra aos especialistas, além, claro, da própria incidência da doença. Isso porque algumas doenças manifestadas na pele estão diretamente relacionadas ao fator emocional e podem se agravar durante o período de isolamento social. A lembrança é feita na semana em que se celebra o Dia do Dermatologista (5 de fevereiro).


"A confirmação de pandemia e o isolamento domiciliar trouxeram muitos questionamentos, medos, ansiedade e stress. Com isso, sentimos uma grande mudança no perfil dos pacientes. As pessoas deixaram de se preocupar somente com estética e, nos últimos meses, passaram a nos considerar uma especialidade essencial, ou seja, para tratar necessidades pontuais de pele, já que ainda têm medo de sair de casa ou retomar sua rotina de cuidados", explica a especialista do Vera Cruz Hospital, Ana Paula Giovannetti.


Segundo a médica, a pandemia da Covid-19 pode agravar e fazer surgir muitas doenças. "Os stress psicológicos funcionam como gatilhos para o aparecimento ou piora dos problemas cutâneos. Desde quadros como dermatite seborreica (caspas), até agravamento de casos de psoríase, entre outros", revela.


Entre as queixas mais comuns estão o aumento de acne entre adolescentes, queda de cabelo relacionado a stress, quadros alérgicos e herpes zoster (infecção viral que provoca bolhas na pele e dor intensa). "Sem dúvida, a queda de cabelo superou outras queixas. O que já é comum em períodos estressantes, se acentuou ainda mais na pandemia. A pandemia se tornou algo muito maior que um vírus e, de certa forma, acabou atingindo todos nós", adiciona Ana Paula.


Diante do cenário, a dermatologista sugere uma vida saudável física e mentalmente. "Tente se alimentar corretamente, consumir bastante água, tome sol com cuidado, e com toda a segurança, esteja em contato com a natureza e aproveite momentos ao ar livre. As mudanças de hábito e os momentos de paz podem evitar o pânico e outros problemas de saúde", orienta.


Mesmo em casa, a médica explica a necessidade do protetor solar. "Com o aumento do home office e das aulas on-line, existe um aumento à exposição da luz do computador e de lâmpadas fluorescentes, que podem causar pigmentação e melasmas (manchas escuras) e, também, acelerar o envelhecimento da pele. Portanto, o uso do protetor solar continua essencial e em qualquer período do dia, dependendo da rotina", finaliza.


Sobre o Vera Cruz Hospital


Em 77 anos de existência, o Hospital Vera Cruz é reconhecido pela qualidade de seus serviços, capacidade tecnológica, equipe de médicos renomados e por oferecer um atendimento humano que valoriza a vida em primeiro lugar. O Vera Cruz dispõe de 167 leitos distribuídos em diferentes unidades de internação, em acomodação individual (apartamento) ou coletiva (dois leitos), UTIs e maternidade. A Instituição conta também com setores de Quimioterapia, Hemodinâmica, Câmara Hiperbárica Monoplace, Radiologia (incluindo tomografia, ressonância magnética, densitometria óssea, ultrassonografia e raio-x), e laboratório com o selo de qualidade Fleury Medicina e Saúde. Em outubro de 2017, a Hospital Care tornou-se parceira do Vera Cruz. Em pouco mais de dois anos, a aliança registra importantes avanços na prestação de serviços gerados por investimentos em inovação e tecnologia. Em médio prazo, o grupo prevê expansão no atendimento com a criação de dois novos prédios erguidos na frente e ao lado do hospital principal, totalizando 17 mil m² de áreas construídas a mais. Há 30 anos, o Vera Cruz inaugurou e mantém a Fundação Roberto Rocha Brito, referência em treinamentos e cursos de saúde na Região Metropolitana de Campinas, tanto para profissionais do setor, quanto para leigos, e é uma unidade credenciada da American Heart Association.


 Dia Mundial do Câncer: Campanha "Eu sou e eu vou" dá luz à importância do compromisso de agir e investir em causas sociais

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.