Header Ads

Chuva volumosa com risco de deslizamentos no Sudeste

 A frente fria que mudou o tempo no Sudeste do Brasil, vai se afastando do litoral da Região durante o fim de semana, mas este sistema deixa uma convergência de ventos no continente, que vai manter uma grande quantidade de umidade nos próximos dias.

POR AMANHECER DA NOTICIAS

Alerta para os próximos dias

O tempo vai continuar bastante carregado nos próximos dias e os acumulados de chuva serão bastante elevados, principalmente, entre o centro-norte do Rio De Janeiro , centro-sul do Espírito Santo e o centro-leste de Minas Gerais. A previsão inclui as capitais Vitória e Belo Horizonte . Áreas entre o Vale do Rio Doce e a Zona da Mata Mineira também podem enfrentar problemas. A Climatempo alerta para o risco de alagamentos, transbordamentos de rios e córregos e até deslizamentos nestas regiões.


A situação é muito delicada nestas áreas e é válido lembrar que, no início deste ano de 2021, o grande volume de chuva que caiu na região entre a Zona da Mata de Minas Gerais e o Noroeste do estado do Rio De Janeiro, elevou os níveis dos rios das bacias do rios Muriaé e Pomba nestes estados. O rio Muriaé transbordou deixando desabrigados em Patrocínio de Muriaé. Para os próximos dias, com a grande quantidade de chuva prevista, não dá para descartar que isso ocorra novamente.


O pior da chuva fica concentrado entre o fim de semana e a segunda-feira, mas ainda não vai parar de chover ao longo da próxima semana. Portanto, o alerta continua para estas regiões. Volumes entre 100 e 200mm podem ser registrados nas áreas citadas acima, como indica o mapa.


Com o solo encharcado e com nível dos rios e córregos elevados, qualquer chuva agora é motivo de preocupação. A população deve ficar atenta nos próximos dias.


Nas demais áreas do Rio de Janeiro, inclusive no Grande Rio, no sul de Minas, região do Triângulo Mineiro e em São Paulo , até pode chover em alguns pontos nos próximos dias, mas não há expectativa de grandes volumes, como nas demais áreas do Sudeste.


Sobre a Climatempo


Com solidez de 30 anos de mercado e fornecendo assessoria meteorológica de qualidade para os principais segmentos, a Climatempo é sinônimo de inovação. Foi a primeira empresa privada a oferecer análises customizadas para diversos setores do mercado, boletins informativos para meios de comunicação, canal 24 horas nas principais operadoras de TV por assinatura e posicionamento digital consolidado com website e aplicativos, que juntos somam 20 milhões de usuários mensais.


Em 2015, passou a investir ainda mais em tecnologia e inovação com a instalação do LABS Climatempo no Parque Tecnológico de São José dos Campos (SP). O LABS atua na pesquisa e no desenvolvimento de soluções para tempo severo, energias renováveis (eólica e solar), hidrologia, comercialização e geração de energia, navegação interior, oceanografia e cidades inteligentes. Principal empresa de consultoria meteorológica do país, em 2019 a Climatempo uniu forças com a norueguesa StormGeo, líder global em inteligência meteorológica e soluções para suporte à decisão.


A fusão estratégica dá à Climatempo acesso a novos produtos e sistemas que irão fortalecer ainda mais suas competências e alcance, incluindo soluções focadas nos setores de serviços de energia renovável. O Grupo segue presidido pelo meteorologista Carlos Magno que, com mais de 35 anos de carreira, foi um dos primeiros comunicadores da profissão no país.


 Selo de procedência da água envasada passa a ser obrigatório em São Paulo

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.