Header Ads

Cidade de Bauru (SP) assume compromisso em aderir ao Sistema Nacional de Promoção da Igualdade Racial

 Termo foi assinado após a visita da prefeita de Bauru (SP), Suéllen Rosim, ao secretário Paulo Roberto. Foto: Rúben Camargos, SNPIR/MMFDH


POR AMANHECER DA NOTICIAS

A cidade de Bauru (SP) é mais um município que assume o compromisso de aderir ao Sistema Nacional de Promoção da Igualdade Racial (Sinapir). O gesto foi confirmado nesta quarta-feira (27), em Brasília, pela prefeita Suéllen Rosim e pelo secretário Nacional de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (SNPIR/MMFDH), Paulo Roberto.


O Sinapir tem o objetivo de organizar e articular a implementação do conjunto de políticas e serviços destinados a superar desigualdades étnico-raciais no Brasil.


"O cidadão não mora na União nem no estado, o cidadão mora no município. Quanto mais as nossas políticas chegarem, quanto mais ramificadas elas forem, mais próximos estaremos da nossa intenção. Eu fico extremamente feliz, isso representa o menos Brasília e mais Brasil", destacou o titular da SNPIR, Paulo Roberto.


Os Entes Federados que entrarem no Sistema podem concorrer a bonificação de 50% de pontos nos editais anuais da (SNPIR).


Além disso, as unidades podem ter os Núcleos de Estudos Afro-brasileiros (NEABs), ligados às suas universidades estaduais ou federais, apresentando projetos para receberem recursos financeiros.


Ao aderir ao sistema, estados e municípios ainda podem receber o curso de capacitação em políticas de promoção da igualdade racial executado pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD).


"Esse é um compromisso de vida mesmo em propagar a igualdade racial para que outras mulheres, outros negros tenham a mesma oportunidade e comecem a se enxergar nessas funções. É com muita alegria que eu assumo esse compromisso e levo isso para Bauru", disse a prefeita de Bauru, Suéllen Rosim.

Vazamento de Dados Pessoais

Cidades da região de Campinas arrecadam mais de R$ 707 milhões no primeiro ciclo do IPVA


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.