Header Ads

Uniformes usados no rodoanel viram cobertores

Ação é fruto da parceria entre a concessionária SPMAR e a empresa Retalhar

AMANHECER DA NOTICIAS

Ao passar por uma rodovia, você já reparou que só é possível identificar os funcionários por causa do uniforme? E já se perguntou qual a quantidade de uniformes usados por ano e o destino final deles? Justamente para garantir um descarte nobre a essas peças que a concessionárias SPMAR, responsável pelos trechos Sul e Leste do Rodoanel Mario Covas, firmou uma parceria com a empresa Retalhar e passou a transformar os uniformes usados em cobertores.


Iniciado em 2019, esse projeto já reciclou mais de 1,529 toneladas de uniformes usados pela concessionária que viraram 700 cobertores e foram repassados para as organizações sociais nas cidades do entorno da rodovia - Arujá, Embu das Artes, Itapecerica da Serra, Itaquaquecetuba, Mauá, Poá, Ribeirão Pires, São Paulo, Santos André, São Bernardo do Campo e Suzano.


Cobertores gerados de uniformes reciclados

Se descartada livremente, essa quantidade de uniformes ocuparia 7,55m2 de volume de aterro e geraria a emissão de 14,84t de Co2 equivalentes: "Durante muito tempo esse foi um dilema para a concessionária. Estocávamos as peças usadas em busca de uma solução. Agora temos mais que um problema resolvido, criamos uma rede de solidariedade que termina com a doação dos cobertores" afirma Marcos Fonseca, diretor executivo da Concessionária SPMAR.


Para Jonas Lessa, um dos fundadores da Retalhar trata-se de um resíduo comum a quase todas as grandes empresas do mundo. "Por um lado a falta de soluções é um grave sintoma das falhas do mercado em tratar as chamadas externalidades, mas por outro é uma oportunidade de rever paradigmas bastante ineficientes".


O foco da Retalhar é ampliar a conscientização, com relação ao descarte responsável, atendendo qualquer empresa interessada em dar uma destinação correta e segura para os uniformes usados.




Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.