Header Ads

Campanha de prevenção ao câncer de próstata previne também a outras doenças

 Homem que se consulta para evitar consequências como disfunção erétil e incontinência urinária é incentivado a cuidar da sua saúde global


AMANHECER DA NOTICIAS

A campanha Novembro Azul é um lembrete para os homens buscarem prevenção ao câncer de próstata, doença silenciosa que, quando ocorre, pode deixar sequelas muito incômodas, como disfunção erétil e incontinência urinária. A possibilidade de ter esses traumas tem sido incentivadora e cada vez mais vem quebrando a tradição de que os homens não se planejam para a ida ao consultório médico.


É em ocasiões como essas visitas que o Dr. Paulo Vinícius Meneghin, urologista da Precavida, aproveita para cuidar da saúde do homem como um todo, verifica como estão seus rins, uretra, bexiga, testículos, perfil hormonal e até pede exames que normalmente outras especialidades é que solicitam - como o de sangue - pra avaliar o estado geral da pessoa. "O paciente não é uma próstata apenas. Gostamos de entendê-lo, de escutar as suas queixas, de saber como tem sido o seu sono, como está a sua massa muscular, seu peso e ajudar para que ele tenha qualidade de vida", justifica.


Meneghin afirma que os exames clínicos e laboratoriais se complementam no diagnóstico de câncer de próstata e também de outros problemas. Por isso, ele destaca, por conta de tabus, o homem não pode se dar por satisfeito em fazer apenas o de sangue, que analisa a medida do antígeno prostático específico (PSA). "O exame de toque dá ao médico informações que o de sangue não afere. Eles são complementares", reforça.


Quando os resultados deixam dúvidas quanto ao diagnóstico de câncer, Dr. Meneghin recorre a biópsia de próstata. Exames de imagem, como ressonância magnética e ultrassonografia, podem auxiliar na verificação de anormalidades.


Com o diagnóstico de câncer de próstata, há diversas formas de combate à doença, de acordo com o urologista. O Dr. enfatiza que as cirurgias para remoção do câncer de próstata - tanto tradicionais, quanto as mais recentes e menos invasivas, como a videolaparoscopia e a robótica -, são eficazes e têm índice de cura acima de 90%. Segundo o médico, a radioterapia é ainda outra alternativa para a extinção do tumor. O tratamento a ser escolhido depende de variáveis para cada paciente.


Longevidade com qualidade de vida


Dr. Meneghin frisa que, em torno dos 60 anos, o homem tende a apresentar problemas naturais do envelhecimento, como variação do tamanho da próstata, dos testículos, deficiência dos hormônios, perda da libido, dores e urgência para urina, diminuição da massa magra e obesidade. São fatores que o urologista examina no paciente, com o objetivo de tratar e promover o seu bem-estar e a longevidade.


"Na avaliação questionamos como está a sua disposição, indicamos que pratique exercícios físicos e pedimos um exame de sangue porque muitos dos comportamentos insatisfatórios do dia a dia podem estar relacionados a colesterol alto, disfunções de tireoide, triglicérides, e outros desajustes que influenciam no prazer, conforto e comodidade, além de que doenças cardiovasculares, também silenciosas, são fatores de risco".


Para a idealizadora e fundadora da Precavida, Laís Fonseca, a abordagem de considerar a saúde global do homem em plena campanha Novembro Azul condiz com tônica da instituição, recém-lançada em Campinas. "A prevenção ao câncer de próstata e às outras doenças está no cerne das atividades da Precavida", salienta a empresária.




Sobre o Dr. Paulo Vinícius Meneghin


De Campinas-SP, urologista titular da Sociedade Brasileira de Urologia e docente do Programa de Residência Médica da rede Mário Gatti.


Sobre a Precavida


A Precavida é uma Startup Healthtech que reúne os melhores doutores da cidade com o detalhamento da preferência de atuação de cada um com o objetivo de apontar para o paciente o especialista adequado à sua necessidade. A Precavida inicia em Campinas uma forma assertiva de descobrir o médico correto para cada demanda e a expectativa é a de que a metodologia seja replicada em outras cidades do Brasil e da América Latina.


Funcionando como um concierge de saúde, a startup analisa os apontamentos do paciente e o conduz ao profissional que entende exatamente o que ele precisa. Quando a pessoa pede agendamento de consulta inserindo na plataforma as informações sobre o que está sentindo, o sistema cruza os dados e seleciona o especialista que mais se encaixa. A consulta é marcada para, no máximo, 48h. A tecnologia é assertiva ao intermediar o problema à solução. O processo é feito por inteligência artificial somado a um time de concierges de saúde que acompanha o paciente garantindo desfecho clínico.


Secretaria de Estado da Habitação entrega 96 apartamentos em Vinhedo

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.