Header Ads

ONG Nosso Olhar e Instituto Empathiae inauguram o Espaço Rede T21

 O local vai acolher e levar informações e tratamentos para crianças com síndrome de Down, deficiência intelectual e para suas famílias



AMANHECER DA NOTICIAS

Para conectar pessoas, propósitos e empresas, foi criado o Espaço Rede T21. O projeto será inaugurado pela ONG Nosso Olhar, junto com o Instituto Empathiae, até o fim de julho.


O Espaço Rede T21 está na Rua Éden, número 352, na Vila Inah, região do Morumbi, zona sul de São Paulo. A proposta é inovadora, já que abriga instituições do terceiro setor, projetos de inserção social e terapeutas, que, além dos atendimentos particulares, farão também atendimentos sociais.


A ideia é orientar pais no momento em que recebem a notícia do diagnóstico, apoiar o desenvolvimento da criança, acompanhar o aprendizado na escola (como professores e colegas lidam com a síndrome), até a época em que o jovem procura uma vaga no mercado de trabalho, começa a namorar e aprofunda a necessária independência na vida adulta.

A casa é parte da realização de um grande sonho, pensada para oferecer capacitação, projetos esportivos, palestras, workshops, oficinas, encontros de acolhimento de famílias e diversos eventos", diz Thaissa Alvarenga, fundadora da ONG Nosso Olhar.


O espaço será compartilhado entre a ONG Nosso Olhar, o Instituto Empathiae, projetos sociais inclusivos e atendimentos terapêuticos:


ONG Nosso Olhar: promove o suporte para as famílias, desde o momento do diagnóstico até a fase em que o jovem com a síndrome começa a namorar, quer entrar no mercado de trabalho e busca a independência. A ONG vai oferecer projetos esportivos, oficinas de beleza e empreendedorismo, experiências, encontros e eventos estarão entre as prioridades da ONG Nosso Olhar;


Instituto Empathiae: trabalha com o acolhimento e a mentoria de famílias de crianças com T21 e outras deficiências; oferece cursos de capacitação para profissionais das áreas de saúde e educação e formação de voluntários, workshops e palestras, encontros de famílias e eventos. Oferece, também, oficinas de capacitação para mães de crianças com a síndrome e outras deficiências, em situação de vulnerabilidade social, para a geração e complementação de renda,


Biblioteca dos amigos da Angel: Biblioteca Itinerante dos Amigos da Angel com oficinas de leitura, contação de histórias e amizade;


- Atendimento de terapeutas ocupacionais, fonoaudiólogas e fisioterapeutas:


 Fisioterapia


Maria Fernanda Pauletti Oliveira- Graduada em Fisioterapia pela Universidade Federal de São Carlos - UFSCar (2010). Especialista/Aprimoramento em Reabilitação das Pessoas com Deficiências Físicas Incapacitantes pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo - HCFMUSP (2011). Mestre em Fisioterapia pela UFSCar, ênfase em desenvolvimento infantil (2018). Atualmente fisioterapeuta da AACD.


 Fonoaudiologia


Fernanda ParsequianCartolano - Graduada em Fonoaudiologia pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo - FMUSP (2011). Capacitação técnica em Síndromes e Alterações Sensório-motoras pela FMUSP (2012). Especialista em Síndrome de Down pelo CEPEC-SP (2015). Mestre em Ciências da reabilitação pela FMUSP (2019).


Valéria MondinAlabarse dos Santos -Graduada em Fonoaudiologia pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo - FMUSP. Especialista em Síndrome de Down pelo CEPEC-SP e UNAES. Mestre em Ciências pela FMUSP. Psicopedagoga Educacional


 Terapia Ocupacional


Fabiana Abreu Prado de Alencar - Graduada em Terapia Ocupacional pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo FMUSP. Especialista em Terapia Ocupacional Dinâmica pelo CETO-SP. Especialista em Síndrome de Down pelo CEPEC-SP. Psicopedagoga Educacional.


Renata Prates Tobias- Terapeuta ocupacional (PUC-Campinas), com especialização em síndrome de Down (FMABC e Cepec) e em saúde mental (Unicid).


Queda de 6% no número de novos casos da Covid-19 mostra estabilidade

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.