Header Ads

No aniversário de 57 anos, Instituto de Tecnologia de Alimentos destaca maior integração e responsabilidade social

 Dentre as ações comemorativas, órgão da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo doou 576 litros de leite


AMANHECER DA NOTICIAS

Vamos trabalhar cada vez mais na prospecção de projetos especiais e na integração com outras instituições, com propostas mais robustas e competitivas e que tragam ainda mais resultados valiosos para a sociedade", afirmou Eloísa Garcia, diretora geral do Instituto de Tecnologia de Alimentos (Ital), a cerca de 150 colaboradores durante comemoração virtual do aniversário de 57 anos da instituição, celebrado em 30 de agosto.


O evento, realizado na sexta-feira (28), encerrou gincana interna on-line em torno de conhecimentos dos Times da Qualidade - dedicados a temas como 5S, ações de cidadania, gerenciamento de resíduos, metrologia, qualidade de vida e segurança no trabalho -, que resultou na doação de 576 litros de leite ao Lar de Promoção do Jovem, entidade assistencial de Campinas, cidade sede do Ital.


Vinculado à Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (Apta) da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, o Ital tem atualmente como principais desafios adequar-se à reestruturação administrativa da Secretaria e à reorganização dos programas de pesquisa, desenvolvimento e inovação (PD&I) da Apta em meio a uma nova realidade resultante da pandemia da Covid-19, exigindo ainda mais empenho no fortalecimento de parcerias, ampliando possibilidades tanto com as já consolidadas quanto com as novas.


"Apesar de a maioria estar em teletrabalho, nos conectamos com muita gente. Toda crise tem um aprendizado e a partir dele a gente vai buscar nosso papel, o que depende de estratégia, já que em um mundo em transformação temos que estar atentos, pois os objetivos e os meios mudam ao longo do tempo para obtermos sucesso", frisou a diretora do Ital, que destacou também a produção em andamento do estudo Ital Food Safety 2030 e da Plataforma de Serviços Tecnológicos, a ser lançada até o fim do ano, e a negociação de instalações do FoodTech Hub Br e da startup Bio in Food no instituto. Dentre os objetivos, está a manutenção do Ital como referência em ciência e tecnologia de alimentos, bebidas e embalagem, tendo inovação como norte.


Além de estreitar os laços com a Fundação de Desenvolvimento da Pesquisa do Agronegócio (Fundepag), através da incubadora de conhecimento Conexão.f, otimizando pesquisa, desenvolvimento e inovação, o Ital negocia, através da Apta, a renovação e ampliação da parceria com a alemã Fraunhofer-Gesellschaft, maior organização de pesquisa aplicada na Europa que possui no Ital o Centro de Projetos Fraunhofer para Inovações em Alimentos e Biorecursos (FPC) . O instituto também é Sede Regional do European Hygienic Engineering & Design Group (EHEDG), entidade europeia que agrega fabricantes de equipamentos, indústrias de alimentos, institutos de pesquisa e autoridades de saúde pública com o objetivo de aprimorar a segurança dos equipamentos utilizados pela indústria de alimentos e bebidas.


Dentre as novidades, estão as parcerias dedicadas a inovação com o TechStart Food Innovation , programa de aceleração de startups e projetos lançado em maio voltado para ingredientes, alimentos, bebidas e embalagens (inscrições abertas até 29 de setembro), e o Instituto iCorps Brasil , dedicado a criação, treinamento e crescimento de startups de base tecnológica. Outras recentes alianças estabelecidas envolvem o The Good Food Institute (GFI), visando potencializar o desenvolvimento de produtos à base de proteínas vegetais através do Centro de Inovação em Proteína Vegetal (PRO-VEG) - unidade multidisciplinar do Ital -, e a Fundação Shunji Fujimura de Tecnologia, grande incentivadora dos Núcleos de Pesquisa Orientada a Problemas (NPOP) da Secretaria de Agricultura e Abastecimento, que atualmente está dedicada à capacitação dos pesquisadores em gestão ágil.


Complementarmente, entre julho e agosto, o Ital promoveu ação inédita e gratuita de transferência de conhecimento através de webinars, a chamada Série Ingredientes Saudáveis em Alimentos Bebidas , baseada nos pilares da Plataforma de Inovação Biotecnológica Integrada de Ingredientes Saudáveis (PBIS), proposta de NPOP submetida ao edital Ciência para o Desenvolvimento da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp). A PBIS tem como parceiros a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), a Universidade de São Paulo (USP), a Universidade Estadual Paulista (Unesp) e a Shunji Nishimura, além do Instituto Agronômico (IAC) e do Instituto de Economia Agrícola (IEA), ambos vinculados à Apta.


"Com integração do potencial e da dedicação de cada um, estamos prontos para fortalecer nossa pesquisa com visão de futuro", completou a vice-diretora do Ital, Gisele Camargo, que assumiu a direção da programação de pesquisa do instituto. "Precisamos de agilidade, flexibilidade e disposição para o novo e para mudar", adicionou a diretora de Ciência e Tecnologia do Ital, Claire Sarantópoulos. "Estamos reorganizando o Ital para um novo momento e a grande surpresa é como o grupo está reagindo positivamente para essas mudanças. Isso é muito bonito e não havia no passado", finalizou Luis Madi, atual diretor de Assuntos Institucionais do Ital, onde é pesquisador há 48 anos, 19 como diretor geral.


Sobre o Ital


Localizado em Campinas/SP, o Instituto de Tecnologia de Alimentos (Ital) realiza pesquisa, desenvolvimento, assistência tecnológica e difusão do conhecimento nas áreas de embalagem e de processamento, conservação e segurança de alimentos e bebidas.

Fundado em 1963, vinculado à Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (Apta) da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado, o Ital possui unidades técnicas especializadas em carnes, produtos de panificação, cereais, chocolates, balas, confeitos, laticínios, frutas, hortaliças e embalagens, sendo certificado na ISO 9001 com parte dos ensaios acreditados na ISO/IEC 17025.

Por meio do Centro de Inovação em Proteína Vegetal, do Núcleo de Inovação Tecnológica e da Plataforma de Inovação Tecnológica, o Ital estimula alianças estratégicas para inovação e projetos de cooperação. Possui ainda Programa de Pós-Graduação aprovado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

Outras informações estão disponíveis no site http://www.ital.agricultura.sp.gov.br .

 60% dos usuários aprovam rodovias paulistas, diz pesquisa

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.