Header Ads

Coalizão de entidades lança campanha #AprendendoJuntos para combater evasão escolar no pós-pandemia

 Iniciativa é promovida por mais de 20 instituições sociais que atuam com educação pública, entre elas Fundação Lemann e Fundação Roberto Marinho;Coalizão também lançou no início da pandemia a plataforma Aprendendo Sempre, totalmente gratuita, voltada para professores, gestores e famílias


AMANHECER DA NOTICIAS

No início da pandemia, um coletivo de mais de 20 organizações da sociedade civil se formou para construir a plataforma Aprendendo Sempre, para oferecer aos professores, gestores e famílias alternativas e orientações de estudos e aprendizagem aos estudantes. O portal concentra e dá acesso a uma série de recursos de aprendizagem não presencial de qualidade, gratuitos e selecionados por especialistas. Após um período de seis meses de pandemia e com base em estudos que mostram os riscos de evasão escolar na volta às aulas, principalmente na rede pública de ensino, a mesma coalizão lança, agora, a campanha #AprendendoJuntos, que tem por objetivo incentivar professores, alunos e familiares a manterem-se próximos e engajados com os estudos e as atividades escolares para evitar que os estudantes desistam da escola.


"O risco de evasão foi potencializado pela pandemia, temos que agir agora para evitar que os alunos abandonem a escola. O direito à educação precisa ser garantido e o futuro dessas crianças, protegido", diz Denis Mizne, diretor executivo da Fundação Lemann.


A iniciativa #AprendendoJuntos é composta por ações nas redes sociais focadas em professores, familiares ou responsáveis de crianças de Educação Infantil e Ensino Fundamental e estudantes do Ensino Médio. Os conteúdos passam por sensibilização sobre engajamento nas soluções de educação não presencial e presencial (já que em muitas escolas já há o retorno às aulas), apoio às redes e escolas na divulgação de ferramentas para o aprendizado contínuo e acolhimento emocional para motivá-los durante o período de isolamento social. A campanha distribui as mensagens em cards, textos e vídeos, além de lives quinzenais.


A mobilização faz frente a um contexto desafiador: os efeitos do longo isolamento; a falta de conectividade de muitos estudantes; a necessidade de estudantes e professores aprenderem e ensinarem de modo diferente; e as questões econômicas ou de saúde enfrentadas por muitas famílias.


"A evasão escolar já é um dos grandes desafios enfrentados pela educação e um dos principais fatores de desigualdade no país. No momento atual, ações que incentivem os estudantes a permanecer na escola são ainda mais fundamentais e precisam ter articulação e alcance, para não deixarmos ninguém para trás", afirma Wilson Risolia, secretário-geral da Fundação Roberto Marinho.


Pesquisa encomendada ao Datafolha pela Fundação Lemann, Itaú Social e Imaginable Futures, com o intuito de traçar um panorama da educação pública na pandemia sob o ponto de vista dos pais e responsáveis e dos seus estudantes, mostrou que aumentou o percentual de alunos cujos pais temem que desistam da escola por não estar acompanhando as atividades: de 31% em maio e junho, para 38% em julho. Este índice sobe para 43% para o ciclo dos Anos Finais.


Os índices são semelhantes aos revelados na pesquisa "Juventudes e a Pandemia do Coronavírus", que ouviu mais de 33 mil jovens de todo o país: 28% dos participantes disseram que pensam em não voltar para a escola quando a pandemia acabar. Promovida pelo Conjuve (Conselho Nacional da Juventude) em parceria com Em Movimento, Visão Mundial, Fundação Roberto Marinho, Mapa Educação, Porvir, Rede Conhecimento Social e UNESCO, a pesquisa mostrou impactos da pandemia na saúde mental dos jovens, na renda familiar e na relação com a escola.


É possível saber mais da campanha acessando a hashtag #AprendendoJuntos nas redes sociais. As entidades envolvidas na plataforma Aprendendo Sempre são: BID, CIEB, CEIPE, Ensina Brasil, Fundação Lemann, Fundação Maria Cecília Souto Vidigal, Fundação Roberto Marinho, Fundação Telefônica Vivo, Imaginable Futures, Instituto Alana, Instituto Ayrton Senna, Instituto Natura, Oi Futuro, Instituto Península, Instituto Rodrigo Mendes, Instituto Votorantim, Itaú Social, Instituto Sonho Grande, Ismart, Grupo Globo, Movimento Colabora, Movimento pela Base, Nova Escola, Portal Iede, Porvir e UNICEF.


Mutirão da saúde no Rodoanel ocorrerá em pró do caminhoneiro

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.