Header Ads

Estabelecimento produtor de linguiça e espetinhos clandestinos é desarticulado em São Paulo

O consumo de alimentos produzidos e mantidos de forma precária e insalubre pode colocar em risco a saúde do consumidor


AMANHECER DA NOTICIAS

Uma equipe da Secretaria de Agricultura e Abastecimento em conjunto com a Polícia Civil do estado de São Paulo apreendeu hoje, 05 de agosto, no município de São Paulo, no Bairro José Bonifácio, Zona Leste, cerca de 300 quilos de carne in natura (carne suína, miúdos de frango e carne de frango) e embutidos de origens desconhecidas e duvidosas, que eram utilizados para a fabricação clandestina de espetinhos e linguiça. De acordo com o responsável, o produto era comercializado para os ambulantes que vendem os chamados "espetinhos de rua".

Além de produtos vencidos, foram encontradas outras irregularidades como matéria prima sem origem, ausência de higiene, equipamentos enferrujados, dentre outras. "Todo o produto foi apreendido, inutilizado e enviado para graxaria. O responsável foi autuado por fabricar produtos de origem animal em estabelecimento sem registro em órgão de inspeção sanitária" disse o médico veterinário Bruno Bergamo Ruffolo, que junto à Coordenadoria de Defesa Agropecuária dirige o Centro de Inspeção de Produtos de Origem animal (Cipoa).

A fiscalização contou com o apoio da 1ª Delegacia de Polícia de Saúde Pública da Divisão de Investigação Sobre Infrações Contra a Saúde Pública do Departamento de Polícia de Proteção à Cidadania (DPPC), que demandou a ação ao Escritório de Defesa Agropecuária (EDA) de São Paulo, sendo executada com a participação e acompanhamento do médico veterinário Wander Marques Chagas Dias, responsável pelo Serviço de Inspeção do Estado de São Paulo (SISP) junto ao EDA.




Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.