Header Ads

MRV reinicia obra da ciclovia e promove transplantio de Palmeiras Imperiais

Obra de contrapartida da ciclovia do Piçarrão tem previsão de entrega da segunda fase em julho


AMANHECER DA NOTICIAS

A MRV está em fase da obra no Piçarrão, que terá 5,385 km de ciclovia, com início no Villa Garden até a Av. Jorge Tibiriçá. Esta é uma obra de contrapartida da MRV com a Emdec e licenciada pela Secretaria do Verde da Prefeitura de Campinas, que beneficiará pelo menos quatro bairros sendo: Vila Teixeira, Pq. Itália, Pq.industrial e São Bernardo. A previsão é que ela seja mais uma alternativa para o trânsito da região para os 33.962 moradores que circulam na região. "O projeto da ciclovia foi planejado com a Secretaria do Verde e com parecer da EMDEC desde setembro de 2018, e pensamos em todos os pontos que obedecessem todas as normas para a construção de ciclovias, mas que respeitassem o melhor traçado para interferir o menos possível no meio ambiente e que também fizesse seu papel na mobilidade urbana", explica Fábio de Paula - Gestor Executivo de Produção da MRV.

A MRV precisou seguir o traçado, definido pela Emdec através de diretriz regulamentada e, neste caminho estão cerca de 111 árvores que precisam ser retiradas. A autorização foi emitida e está sendo regulamentada através do processo (2020.000.213) na Secretaria do Verde, para a Intervenção em 3.112,98 m², com o corte destas árvores isoladas, sendo: 45 nativas, 53 exóticas e 13 exóticas invasoras e, além disso, será realizado o transplantio de 7 Palmeiras Imperiais (Jerivás).

"A tentativa do transplantio destas palmeiras, de forma a mantê-las próximas aos seus locais de origem para que não sofram em consequência da mudança muito brusca de ambiente. Esse processo é longo, dura cerca de 30 dias. No caso destas árvores não é só retirar e remover, é necessário cortar um dos lados, deixar que forme novas raízes e só então cortar o outro lado para que forme novas raízes e seja possível replantar", explica Fábio.

Está obra foi dividida em três fases e essa é a segunda fase das operações. "Ao todo já plantamos mais de 6 mil mudas no loteamento do Villa Garden e, foram plantadas mais 23 mil mudas para o SOS Mata Atlântica. Além disso, mantemos nosso compromisso de cumprir com mais 12 mil metros quadrados de plantio", explica Fábio.

Sobre a MRV

Ao longo de 40 anos de história transformando a vida de milhares de pessoas por meio da casa própria, a MRV, maior construtora da América Latina, se tornou uma plataforma de soluções habitacionais capaz de fornecer a opção de moradia que melhor se adapte ao momento na vida dos brasileiros, seja com a aquisição de apartamentos prontos ou na planta, pela compra de um terreno em loteamentos completamente urbanizados pela Urba, ou mesmo alugando imóveis especialmente pensados, com inúmeros serviços, pela sua startup Luggo, totalmente digital e sem burocracia.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.