Header Ads

Queda de faturamento não tem se acentuado no setor de Food Service, segundo Grupo Técnico de Monitoramento do Abastecimento em SP

A queda de faturamento se encontra estável, principalmente em supermercados, operadores de Food Service e restaurantes


POR AMANHECER DA NOTICIAS

Quinto relatório criado pelo Grupo também anuncia o retorno da Feira de Flores no Ceagesp

O Grupo Técnico de Monitoramento do Abastecimento de Alimentos e produtos agropecuários no Estado de São Paulo lança quinto diagnóstico atualizado com os principais impactos da pandemia do Novo Coronavírus ao setor. Os dados englobam toda a cadeia, nos 645 municípios, e são de 20 a 24/04/2020.

Ponto importante do relatório mostra que a queda de faturamento não tem se acentuado e se encontra estável, principalmente nos supermercados, operadores de Food Service e nos restaurantes. Já a diminuição na receita dos distribuidores que atendem a cadeia voltou a crescer, tendo passado de -44,6% na semana de 06 a 12/04 para -58,6% na semana de 13 a 19/04.

Os preços de Frutas e Hortaliças ainda sofrem pressão devido à queda da demanda, mas a oferta se mantém estável. O preço do leite continua tendo queda nos principais produtos, leite UHT e leite em pó, causando preocupação em relação aos custos que serão praticados nos próximos meses. O preço pago em abril, referente ao leite produzido em março, está 9% mais baixo que no mesmo período do ano de 2019, cotado atualmente a R$ 1,43/ litro.

A FinPec registra que os preços da carne bovina (cortes do dianteiro) continuam firmes no mercado atacadista da Grande São Paulo, ao contrário do verificado para as principais proteínas substitutas (suína e frango), que se desvalorizam com certa força em abril. Segundo a Confederação Nacional da Agricultura (CNA), o valor da arroba permaneceu praticamente estável, com queda de 1% em relação à semana anterior.

O preço do frango vivo no interior de São Paulo segue em queda de 10,8% em relação a março/20 e 19,4% a abril/19. A ABPA, Associação Brasileira de Proteína Animal, registra que alguns criadores estão reduzindo sua produção ao alojar menos aves e abatendo matrizes entre 55 e 58 semanas, mais cedo do que o habitual, para que produzam menos ovos, o que pode afetar os níveis de produção de carne em 7 a 10 semanas e, em 60 dias, causar uma redução de 3% a 5% na produção avícola brasileira.

A desvalorização do suíno tem sido mais intensa, ao passo que os efeitos da crise têm resultado na redução do preço pago aos produtores suinícolas. Para o acumulado de abril, a desvalorização do suíno chegou a 20,3% na região SP-5 (Bragança Paulista, Campinas, Piracicaba, São Paulo e Sorocaba).

No que tange o setor de transportes no Estado de São Paulo, o Grupo Técnico destacou que a demanda pelo serviço de transporte rodoviário de carga se mantém em queda porém, repetindo o padrão da semana anterior, de forma cada vez menos acentuada. Especificamente para a semana de 20 a 26/04, quando a queda registrada foi de -44,8%.

Pra finalizar, o relatório anunciou o retorno da Feira de Flores na Ceagesp em parceria com o Sincomflores - Sindicato do Comércio Atacadista de Flores e Plantas do Estado de São Paulo, a partir do dia 27 de abril, seguindo os respectivos dias e horários de realização no interior. O retorno das atividades acontece mediante a adoção dos devidos protocolos de prevenção do contágio contra a COVID-19.

O relatório visa dar continuidade ao monitoramento dos diversos setores de alimentos e produtos agropecuários através dos indicadores que foram previamente estabelecidos pelo Grupo Técnico de Monitoramento do Abastecimento de Alimentos e produtos agropecuários no Estado de São Paulo, que é composto pelo secretário de Agricultura e Abastecimento, Gustavo Diniz Junqueira, Presidente da InvestSP (Agência de Promoção de Investimentos e Competitividade), Wilson Mello, representantes da Prefeitura, da Associação Brasileira da Industria de Alimentos (ABIA), Associação Paulista de Supermercados (APAS), Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (ABRASEL), Federação das Empresas de Transporte de Cargas do Estado de São Paulo (FETCESP), Instituto de Foodservice Brasil e outros importantes representantes do setor privado.

 Lista anual da IBM celebra mulheres líderes que moldam o futuro da inteligência artificial em todo o mundo

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.