Header Ads

Noites ficam mais frias no SU, SE e CO até o fim da semana

A grande e forte massa de ar frio de origem polar que chegou ao Brasil vai continuar provocando baixas temperaturas nos estados do Sul, Sudeste e Centro-Oeste do país até o final desta semana.


POR AMANHECER DA NOTICIAS

Além da presença do ar gelado, a falta de nuvens durante o período noturno vai aumentar a subsidência do ar e isso vai facilitar a perda de calor na atmosfera, o que vai deixar as noites mais frias.

As temperaturas tendem a baixar ainda mais nas próximas madrugadas em grande parte do Sul, do Sudeste e também do Centro-Oeste do país. Até o dia 30 de maio, várias capitais podem bater o recorde de frio para 2020 e por mais de uma vez.

Nesta terça-feira 26 de maio, as maiores candidatas a terem recorde de menor temperatura do ano, de madrugada mais fria para 2020 são São Paulo, Belo Horizonte e Goiânia .

Confira as menores temperaturas registradas em 2020 pelo INMET nas capitais do Sul, do Sudeste, do Centro-Oeste e também do Acre, até o dia 25 de maio.

Capital (UF)

T min (°C) 2020

até 25/5/20

Data do recorde atual

Possível novo recorde

Porto Alegre (RS)

8,9

8 15 e 16 de maio

27 e/ou 28 de maio

Florianópolis (SC)

10,4

15 de maio

27 e/ou 28 de maio

Curitiba (PR)

5,1

7 de maio

27 e/ou 28 de maio

São Paulo (SP)

11,1

25 de maio

26 e/ou 27 de maio

Rio de Janeiro (RJ)

11,8

9 de maio

Pouca chance

Belo Horizonte (MG)

12,0

11 maio

26 e/ou 27 e/ou 28 e/ou 29 de maio

Vitória (ES)

15,5

10 de maio

27 ou 28 de maio

Goiânia (GO)

14,2

15 de maio

26 e/ou 27 e/ou 28 de maio

Campo Grande (MS)

7,1

25 de maio

Não deve esfriar mais

Cuiabá (MT)

12,8

8 de maio

Não deve esfriar mais

Brasília

12,8

11 de maio

26 e/ou 27 e/ou 28 de maio

Rio Branco (AC)

15,0

24 de maio

Não deve esfriar mais

Porto Velho (RO)

-

Não tem dado

Não deve esfriar mais

Sobre a Climatempo

Com solidez de 30 anos de mercado e fornecendo assessoria meteorológica de qualidade para os principais segmentos, a Climatempo é sinônimo de inovação. Foi a primeira empresa privada a oferecer análises customizadas para diversos setores do mercado, boletins informativos para meios de comunicação, canal 24 horas nas principais operadoras de TV por assinatura e posicionamento digital consolidado com website e aplicativos, que juntos somam 20 milhões de usuários mensais.

Em 2015, passou a investir ainda mais em tecnologia e inovação com a instalação do LABS Climatempo no Parque Tecnológico de São José dos Campos (SP). O LABS atua na pesquisa e no desenvolvimento de soluções para tempo severo, energias renováveis (eólica e solar), hidrologia, comercialização e geração de energia, navegação interior, oceanografia e cidades inteligentes. Principal empresa de consultoria meteorológica do país, em 2019 a Climatempo uniu forças com a norueguesa StormGeo, líder global em inteligência meteorológica e soluções para suporte à decisão.

A fusão estratégica dá à Climatempo acesso a novos produtos e sistemas que irão fortalecer ainda mais suas competências e alcance, incluindo soluções focadas nos setores de serviços de energia renovável. O Grupo segue presidido pelo meteorologista Carlos Magno que, com mais de 35 anos de carreira, foi um dos primeiros comunicadores da profissão no país.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.