Header Ads

Adiamento no tratamento de outras doenças pode ser mais prejudicial que o próprio coronavírus

Unidades vinculadas ao Vera Cruz Hospital mantém fluxo diferenciado de atendimento, além de garantir higienização e procedimentos que conduzem ao distanciamento social; iniciativas contribuem para que demais atividades ocorram em segurança


POR AMANHECER DA NOTICIAS

O isolamento social é consenso científico entre os médicos para barrar a transmissão do coronavírus. O problema é que o medo de ir ao hospital e não ser contaminado com a Covid-19 está interferindo em tratamentos e diagnósticos de enfermidades importantes, como câncer, infarto, diabetes e AVC (Acidente Vascular Cerebral). Dados da Sociedade Brasileira de Hemodinâmica e Cardiologia Intervencionista, com base em registros próprios, apontam uma redução de 50% no atendimento a pacientes com infarto em comparação ao mesmo período de 2019. Em Nova York, notícias da comunidade médica apontam elevação no número de mortes por ataque cardíaco quando o mesmo mês é confrontado com o ano anterior.



De acordo com o Dr. Aguinaldo Catanoce, diretor técnico do Vera Cruz Hospital em Campinas, o tempo de resposta entre a ocorrência de um AVC e o socorro adequado, por exemplo, é fator essencial para minimizar danos ao cérebro. Ele também alerta que, conforme o tipo e o estágio de um câncer, o risco de morrer ao abandonar a sequência da terapia é maior do que o de contrair o coronavírus. "Julgar que o Covid-19 é mais perigoso que doenças crônicas pode ser um grande erro. A chance de óbito por um infarto em casa porque a vítima não procurou um pronto-socorro é eminente", enfatiza o médico.

A busca pela saúde, os partos, cirurgias e cuidados de males pré-existentes não pode parar. Desde a expansão do vírus para o Brasil o Vera Cruz Hospital e suas unidades estendidas, o Vera Cruz Casa de Saúde e o Vera Cruz Centro Médico São Camilo, em Indaiatuba, adotaram medidas de segurança para conter a contaminação.

Dr. Catanoce reforça que pacientes que chegam com sintomas do Covid-19 são direcionados para o Vera Cruz Casa de Saúde, que tornou-se um centro de cuidado na fase da pandemia. Gestantes e seus familiares e pessoas a procura de terapias diversas têm um fluxo diferenciado de acolhimento. Álcool em gel na entrada e distribuídos nos interiores, disponibilização de máscara, procedimentos que conduzem ao distanciamento social, entre outras iniciativas contribuem para que os demais processos ocorram com confiança.



O diretor presidente do Vera Cruz Hospital e Vera Cruz Casa de Saúde, Erickson Blun, salienta que o mundo vem atravessando um momento de muita cautela e que os profissionais da saúde vivem momentos de intenso aprendizado à frente de tamanho desafio. "Investimos e seguimos investindo em conhecimentos e recursos que visam segurança e eficiência no combate à COVID-19. O nosso compromisso de qualidade abrange os colaboradores, pacientes e médicos", ressalta.

Dr. Blun destaca ainda os altos números de desfechos clínicos favoráveis nos casos de pacientes diagnosticados com Covid-19, vitórias apresentadas nos boletins atualizados diariamente. "Cada alta de pessoas com coronavírus é comemorada como uma grande conquista".



Sobre o Hospital Vera Cruz

Em 76 anos de existência, o Hospital Vera Cruz é reconhecido pela qualidade de seus serviços, capacidade tecnológica, equipe de médicos renomados e por oferecer um atendimento humano que valoriza a vida em primeiro lugar. O Vera Cruz dispõe de 167 leitos distribuídos em diferentes unidades de internação, em acomodação individual (apartamento) ou coletiva (dois leitos) e UTIs e maternidade. A Instituição conta também com setores de Quimioterapia, Hemodinâmica, Câmara Hiperbárica Monoplace, Radiologia (incluindo tomografia, ressonância magnética, densitometria óssea, ultrassonografia e Raio X), e laboratório com o selo de qualidade Fleury Medicina e Saúde.

Em outubro de 2017, a Hospital Care tornou-se parceira do Vera Cruz. Em pouco mais de dois anos, a aliança registra importante avanço na prestação de serviços gerado por investimentos em inovação e tecnologia. Em médio prazo, o grupo prevê expansão no atendimento com a criação de dois novos prédios erguidos na frente e ao lado do hospital principal, totalizando 17 mil m2 de áreas construídas a mais.

Desde maio de 2019, o Hospital Vera Cruz passou a gerir a Casa de Saúde, também em Campinas, viabilizando a continuidade da prestação de serviços na centenária instituição. Desde então, ações de melhorias têm sido feitas no hospital, desde recuperação do patrimônio histórico até adaptações dos quartos e consultórios e atualização dos equipamentos.

Há 30 anos o Vera Cruz inaugurou e mantém a Fundação Roberto Rocha Brito, referência em treinamentos e cursos de saúde na Região Metropolitana de Campinas, tanto para profissionais do setor, quanto para leigos, e é uma unidade credenciada da American Heart Association.


 Unidade de Porto Feliz da Toyota chega ao seu 4º ano de operação preparada para o futuro

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.