Header Ads

5 passos para ajudar a relaxar na pandemia

5 maneiras de relaxar durante a pandemia


POR AMANHECER DA NOTICIAS

Com uma quantidade impressionante de novos casos e mortes por COVID-19 sendo relatados todos os dias, é fácil se impressionar com o estado atual das coisas. A alteração forçada de nossas rotinas diárias de trabalho e estudos, taxas de desemprego disparadas, o tédio em estar em casa são motivos de sobra. E o resultado é uma sensação de incerteza e desespero no que diz respeito ao novo coronavírus.

Estamos tomando medidas para proteger nossa saúde física contra o coronavírus, como usar máscaras de pano e distanciamento social, mas o que está sendo feito para garantir que nossa saúde mental também esteja em "boa forma"?

Ansiedade e estresse crônicos podem sufocar nossas emoções e comportamento, deixando-nos irritados, impacientes, menos entusiasmados com nossas vidas e deprimidos. O novo COVID-19 age como combustível que inflama todo esse fogo emocional.

De acordo com o Centro de Controle de Doenças dos Estados Unidos (CDC), o surto da doença causada pelo novo coronavírus pode ser estressante para as pessoas. O medo e a ansiedade sobre uma podem ser esmagadores e causar emoções fortes em adultos e até em crianças. Em resumo: lidar com o estresse tornará você, as pessoas de quem gosta e sua comunidade mais fortes.

Durante um surto de doença infecciosa, os sintomas de estresse crônico podem incluir:

- Medo e preocupação com sua própria saúde e com a saúde de seus entes queridos;

- Alterações no sono ou nos padrões alimentares;

- Dificuldade para dormir ou em se concentrar;

- Piora dos problemas crônicos de saúde;

- Piora das condições de saúde mental;

- Maior uso de álcool, tabaco ou outras drogas ou substâncias controladas.

Denny Heide, terapeuta do portal Meu Astro (meuastro.com.br), acaba de retornar dos Estados Unidos, país que visitou no início da pandemia. O profissional defende que o uso de métodos simples devem ser prioridade para gerar mais conforto durante esses dias. "Criar uma agenda com atividades produtivas nos possibilita focar nossa mente e diminuir o estresse. Vale dividir o tempo de nosso dia em pequenos períodos com atividades como andar pela casa, relaxar, ler um livro, desligar a TV", diz Denny.

Aqui estão 5 etapas simples que você pode utilizar para relaxar e alcançar uma maior sensação de calma durante esse período difícil da pandemia de coronavírus.

1- Respire

Se você está enfrentando estresse ou até mesmo um ataque de pânico, a sensação pode ser parecida a de ter as paredes se fechando. Cada segundo pode parecer uma eternidade e você não consegue respirar.

Alguns ataques de pânico são tão graves que exigem uma visita à sala de emergência. Mas é bom lembrar que isso é temporário. Então, vale tentar manter a calma e simplesmente respirar. Comece sentando-se com a coluna ereta, inspire para expandir a caixa torácica e expire lentamente. Esta é uma maneira de relaxar os músculos, reduzir a tensão e a probabilidade de dores musculares e nas costas.

Para manter sua mente sob controle, você pode se concentrar em uma palavra, um mantra ou até mesmo sua respiração. Sinta a respiração entrando pelas narinas e saindo pela boca. O que você está tentando fazer é focar em algo que não seja seus problemas. Faça isso por 10 a 20 minutos, duas vezes por dia. A respiração diagragmática, focada em encher o abdome de ar, é ainda mais eficaz.

2- Relaxe

Apenas relaxe! Já ouvimos isso milhões de vezes e é mais fácil falar do que fazer. O relaxamento é crucial para manter nossa saúde mental sob controle durante essa pandemia de coronavírus. Comece simplesmente sentado ou deitado, depois feche os olhos.

Este próximo passo parece tolo, mas é altamente eficaz na técnica de relaxamento. Tensione o rosto apertando os dentes e franzindo a testa por 5 segundos e solte-o. Em seguida, tensione os ombros trazendo-os até os ouvidos por 5 segundos e solte-os. Em seguida, tensione os músculos do braço, segure por 5 segundos e solte. Continue a apertar e soltar cada grupo de músculos até alcançar os dedos dos pés. Concentre-se na sensação de leveza do seu corpo agora ao sentir o estresse gradativamente desaparecer. Respire suavemente por alguns instantes e abra os olhos.

3- Visualize

Todos nós precisamos escapar da situação atual que o COVID-19 está nos trazendo, mesmo que seja apenas por cinco ou 10 minutos. Sente-se ou deite-se e feche os olhos. Agora, imagine que você está em um lugar que ama. Pode ser a praia, o seu restaurante favorito, as montanhas, a casa em que você cresceu, o seu parque favorito ou qualquer lugar que você goste. Respire lenta e profundamente ao imaginar o que vê, sente, ouve, prova e cheira em seu lugar especial. A visualização é sua aliada para o relaxamento.

4- Seja paciente

Viver durante o coronavírus é um território novo e desconhecido para todos nós. Nunca tivemos que lidar com uma situação como essa antes e realmente não existe um livro de regras sobre como melhor se adaptar. Seja paciente consigo e com todo o processo. É importante encontrar um método de relaxamento que funcione melhor para você continuamente, não apenas em períodos de incerteza. Relaxar regularmente pode dar a você um lugar interno calmo para voltar quando as coisas ficam difíceis.

5- Abra a mente para novas terapias

Ir além e aceitar novas terapias alternativas nesse momento pode ser fundamental. E é possível receber auxílio sem a necessidade de estar presencialmente em um consultório. Um exemplo é a técnica conhecida como Earth Connections, que é uma profunda imersão ao seu ser. "O processo todo acontece a partir da minha própria sensibilidade. A ideia é acessar e revelar as forças internas ocultas, mas que já estão à disposição de cada pessoa com o objetivo de ajudar a trilhar um caminho de vida com mais qualidade, autoconhecimento e assertividade", revela Denny, terapeuta sensitivo que canalizou e utiliza a técnica terapêutica com clientes nos Estados Unidos e Canadá. No Brasil, a técnica está disponível online pelo portal meuastro.com.br.

 Aplicativo "Poupatempo Digital" oferece nove serviços da CDHU

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.