Header Ads

Com fachadas iluminadas, Hospital São Camilo promove campanha Março Azul Marinho

Mobilização envolve ações internas e externas de conscientização sobre os cuidados com o câncer de colorretal

        © jpg


POR AMANHECER DA NOTICIAS

A Rede de Hospitais São Camilo de São Paulo adere à campanha Março Azul Marinho, iluminando as fachadas das suas Unidades Pompeia, Santana e Ipiranga. O objetivo é chamar a atenção para os cuidados com o câncer de cólon e reto.

Durante todo o mês, a Instituição divulgará conteúdos em suas redes sociais com informações sobre formas de prevenção, diagnóstico e tratamentos.

Também serão realizadas ações através dos canais internos, como TV Corporativa e Newsletter.

Dados do Instituto Nacional de Câncer (Inca) apontam que o câncer de cólon e reto é o segundo mais incidente em mulheres e o terceiro mais comum em homens.

Para 2020, a estimativa é de 40 mil novos casos da doença, que causou a morte de 18.867 pessoas somente em 2017.

O que é o câncer de cólon e reto ?

Câncer colorretal ou câncer de cólon e reto são tumores que se instalam no intestino grosso.

De acordo com o Dr. Carlos Dzik, oncologista da Rede de Hospitais São Camilo de São Paulo, os pacientes com câncer colorretal podem ter sintomas que são sugestivos de algo errado que pode estar acontecendo em seus intestinos.

“Geralmente, os sintomas mais frequentemente associados são sangue nas fezes, cólicas intestinais recorrentes, mudanças do hábito intestinal [alternância de períodos de diarreia com períodos de intestino preso] e anemia por perdas crônicas de sangue nas fezes sem que o paciente perceba. Estes são mais característicos do câncer de cólon”, explica.

“Já o câncer de reto, ou seja, na porção final do intestino grosso, os sintomas mais típicos são os de dificuldade para evacuar ou, então, presença de fezes misturadas com sangue. Em alguns casos, os pacientes podem também se queixar de dor ao evacuar, o que os médicos chamam de tenesmo”, complementa o especialista.

Em casos mais avançados, destaca o médico, o paciente pode evoluir com perda de peso progressiva e inexplicada – e até com um quadro de obstrução intestinal (caracterizado por parada total de eliminação de gases e fezes, aumento do volume abdominal, dores abdominais intensas como cólicas e até mesmo vômitos) ou perfuração da parede intestinal. Estes são casos onde ocorreu obstrução do funcionamento do intestino.

“Essas últimas manifestações definem uma apresentação complicada do câncer colorretal, sendo quadros clínicos graves, com risco de vida, que precisam de cirurgia de urgência.”

Dr. Carlos afirma que o diagnóstico pode ser feito por meio do exame de  colonoscopia, após o exame físico e o quadro clínico suspeitarem do diagnóstico. Um exame de fezes que mostre presença de sangue também pode ser um forte indicador da presença de um tumor no cólon ou no reto.

“A colonoscopia é o exame mais recomendado porque permite biópsia da lesão para confirmação do diagnóstico. E também permite a detecção e retirada de pólipos, que são lesões precursoras deste tipo de câncer”, completa.

Prevenção

Uma dieta rica em vegetais e fibras e pobre em gordura, principalmente a saturada, juntamente com a prática de atividades físicas, ajuda a prevenir o câncer colorretal.

“É importante ficar atento aos fatores que aumentam o risco do desenvolvimento deste câncer, como histórico familiar de câncer colorretal, de ureter e útero, entre outros, juntamente com a presença dos sinais e sintomas sugestivos da doença”, afirma o oncologista.

Rede de Hospitais São Camilo

A Rede de Hospitais São Camilo é composta por três hospitais modernos em São Paulo, que ficam nos bairros da Pompeia, Santana e Ipiranga, capacitados para atendimentos eletivos, de emergência e cirurgias de alta complexidade.
Hoje, a Rede presta atendimento em mais de 60 especialidades, oferece aproximadamente 800 leitos e um quadro clínico de mais de 7,4 mil médicos qualificados.

As unidades possuem importantes acreditações internacionais, como a Joint Commission International (JCI), renomada acreditadora dos Estados Unidos reconhecida mundialmente no setor, e a Acreditação Internacional Canadense.

A Rede faz parte da Sociedade Beneficente São Camilo, uma das entidades que compreende a Ordem dos Ministros dos Enfermos (Camilianos), uma organização religiosa presente em mais de 30 países, fundada pelo italiano Camilo de Lellis há mais de 400 anos. No Brasil desde 1922, a Rede conta com expertise e a tradição em saúde e gestão hospitalar.

 Mulheres no Trabalho Temporário

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.