Header Ads

Exército vai comprar mais de R$ 3 milhões da agricultura familiar

Aquisição será feita por grupo do Amazonas. Produtores devem apresentar propostas até dia 29.

        © jpg


POR AMANHECER DA NOTICIA

A Três milhões de reais para a compra de produtos da agricultura familiar. Este é o valor que a SEGUNDA Brigada de Infantaria de Selva, com sede em São Gabriel da Cachoeira, no Amazonas, investirá nas pequenas e médias produções, pela modalidade Compra Institucional do Programa de Aquisição de Alimentos, o PAA./ Os alimentos abastecerão cinco unidades militares./ Produtores e cooperativas que participam do PAA devem apresentar propostas até o próximo dia VINTE E NOVE, quando se encerra a chamada pública./ O ministro da Cidadania em exercício, Lelo Coimbra, destaca que as chamadas públicas, em que órgãos federais e instituições compram da agricultura familiar, estimulam os produtores a dar continuidade ao trabalho no campo, além de garantir renda para a família./ l.

SONORA: LELO COIMBRA - MINISTÉRIO DA CIDADANIA

LOC: O agricultor Manuel Siqueira é membro de uma associação que reúne QUINHENTOS E OITENTA E CINCO produtores rurais no Amazonas./ De acordo com ele, o PAA é responsável por garantir dinheiro no bolso e comida na mesa dos trabalhadores rurais da região./

SONORA: MANUEL SIQUEIRA - AGRICULTOR FAMILIAR

LOC: Além de agricultores familiares, integram o público-alvo para fornecer alimentos ao PAA extrativistas, pescadores artesanais, silvicultores, indígenas, entre outros./ Apesar da compra ser no Amazonas, trabalhadores e cooperativas de todo o país podem enviar propostas até o dia VINTE E NOVE./ Serão adquiridos CENTO E ONZE gêneros de alimentos, entre frutas, verduras, legumes, carnes, temperos, entre outros./ A lista completa de alimentos e as regras para participação na chamada pública estão disponíveis no edital, no link: www.comprasagriculturafamiliar.gov.br.//Reportagem, Renata Garcia.

 Prótese de silicone: esclareça as principais dúvidas sobre a cirurgia

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.