Header Ads

Prêmio Atitude Ambiental movimenta as escolas de Bertioga

27ª edição abordará o tema “Pense no Planeta, Viva Simples”, proposta apresentada durante a 4ª Assembleia Ambiental da ONU


         © jpg


POR AMANHECER DA NOTICIA

O Programa Clorofila de Educação Ambiental está realizando a 27º edição do “Prêmio Atitude Ambiental”, uma competição estudantil da área socioambiental, inspirada nos temas de trabalho da Organização das Nações Unidas (ONU). O Prêmio é voltado aos jovens das escolas públicas e privadas de Bertioga, cidade do litoral norte de São Paulo, que apresentarão os projetos nos dias 3 e 4 de outubro.

“O Prêmio Atitude Ambiental surgiu da necessidade de incentivar a pesquisa e o conhecimento sobre nosso planeta, e a reflexão para mudanças de hábitos e atitudes. Estar presente na formação dos jovens é fundamental para promover a disseminação das práticas saudáveis e inspirar as gerações futuras”, destaca Beatriz Pereira de Almeida, diretora de Marketing da Sobloco, empresa responsável pela Riviera de São Lourenço, e idealizadora do Programa Clorofila.

O tema da edição de 2019 é “Pense no planeta, viva simples” e vai desafiar as instituições de ensino a indagar seus alunos a aproveitar os recursos da natureza com o olhar para o bem comum, pensando em como reaproveitar os recursos, reciclar resíduos e minimizar os danos ao meio ambiente.

Para a coordenadora do Clorofila, Cristina Peres, o Prêmio vai muito além disso, tornando-se fundamental para a conscientização da população. “Com o despertar do senso questionador nos alunos, queremos treinar o olhar deles para a natureza e tudo aquilo que ela representa, mostramos que é possível buscar desenvolvimento com respeito ao meio ambiente”, destaca a educadora ambiental da Riviera de São Lourenço.

27º Prêmio Atitude Ambiental

A edição destaca a importância do reaproveitamento de bens e serviços para garantir a proteção dos recursos naturais para a gerações futuras. Nesse contexto, os alunos do Ensino Fundamental I e II, assim como os do Ensino Médio, serão desafiados a desenvolverem pesquisas sobre formas sustentáveis de produção de bens, de prestação de serviços e como a tecnologia pode ser inserida no meio ambiente.

Diversas propostas de produtos científicos e educacionais são esperadas, como maquetes, encenações performáticas e hortas comunitárias, por exemplo, que serão apresentados pelos alunos que participaram da pesquisa e da confecção dos respectivos estudos. Todos os trabalhos apresentados serão avaliados pelos jurados, que escolherão os 3 melhores, independente da categoria.

O Programa Clorofila

O Programa Clorofila de Educação Ambiental foi inspirado na Conferência Mundial ECO-92, realizada pela ONU, no Rio de Janeiro. Em 27 anos de atividades, o Clorofila já realizou 27 concursos com temas ambientais, os quais receberam a inscrição de mais de 450 projetos; 76 Feiras escolares de Meio Ambiente; a formação de 58 Comissões de Meio Ambiente que envolveram 610 alunos do ensino médio para a implantação de projetos dentro da escola; a realização de 17 cursos de formação de professores com 713 profissionais; 12 cursos de formação para alunos envolvendo 1007 estudantes; 20 cursos para pais de alunos e comunidade atendendo 1121 pessoas; o plantio e manutenção de 24 hortas nas dependências das escolas; 13 eventos para gestores da educação, reunindo 390 participantes, 9 caravanas da primavera, que envolveram 700 pessoas, 34 paradas ecológicas envolvendo mais de 11 mil participantes, além de uma infinidade de reuniões de planejamento junto com os educadores, pais e alunos, além da participação em diversos eventos externos ligados à educação ambiental e projetos de fomento do empreendedorismo juvenil.

Festa de premiação nas escolas: 13 de novembro
Horário: 14 às 16 horas
Local: Centro de Convivência da Fundação 10 de Agosto, Avenida da Riviera, Riviera de São Lourenço, Bertioga, São Paulo.

Ácido tranexâmico atua na diminuição de manchas na pele e tem efeito anti-idade

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.