Header Ads

Braskem leva peças que contém plástico reciclado para São Paulo Fashion Week e lança campanha para incentivar Economia Circular na indústria da moda

Peças foram criadas durante desafio proposto a estudantes de moda; nas redes sociais, companhia conta com apoio de influenciadores ligados a temas como moda e sustentabilidade para conscientizar a população

        © jpg


POR AMANHECER DA NOTICIA

A Braskem se uniu mais uma vez a marca PatBO para levar à edição N48 da São Paulo Fashion Week, principal evento de moda do país, uma forma inovadora de consumo: roupas sustentáveis, contendo plástico reciclado. A companhia reuniu empresas do setor têxtil, estudantes e influenciadores ligados ao mundo da moda para um desafio que transformou copos descartáveis, resíduo pós-consumo, em peças de moda beachwear.

O principal objetivo foi impulsionar a economia circular, conceito em que os produtos, após cumprirem sua vida útil, se tornam matéria-prima para um novo ciclo econômico. Neste caso, o material reciclado foi utilizado na produção de uma microfibra de Polipropileno (PP) que deu origem a fios de PP e a um tecido mais leve, flexível, com maior durabilidade e mais resistente ao desbotamento e à formação de pillings (bolinhas).

O tecido e os fios de PP foram fabricados com o apoio das empresas Profil, cliente da Braskem, e EcoSimple, ligadas à indústria têxtil. Já as peças foram criadas por duplas de estudantes dos cursos de Moda das instituições de ensino Anhembi Morumbi, Belas Artes, FAAP, IED, Santa Marcelina e SENAC. Os alunos participaram da segunda edição do Desafio da Moda Braskem, iniciativa para apresentar o plástico como uma alternativa versátil, adaptável e sustentável para o design de moda e, ao mesmo tempo, oferecer oportunidades aos alunos de aplicarem na prática o conhecimento adquirido em sala de aula.



Economia Circular

A Braskem, maior petroquímica das Américas e líder mundial na produção de biopolímeros, definiu uma série de iniciativas globais para incentivar a economia circular na cadeia do plástico, entre elas ações para estimular investimentos em sistemas de coleta, triagem, reciclagem e recuperação de materiais. “A indústria passa por um processo de reinvenção e é importante que cada setor assuma a sua parcela de responsabilidade nesse exercício de busca constante de soluções mais sustentáveis, que minimizem impactos ambientais”, afirma Fabiana Quiroga, Diretora de Economia Circular da Braskem na América do Sul.

“O diferencial do Desafio da Moda é envolver estudantes, estilistas, empresa que produz o fio têxtil e tecelagens – que produzem propriamente o tecido, trabalhando juntas de forma integrada e produtiva para ter um resultado incrível e sustentável. Este tipo de iniciativa ajuda a mostrar na prática a importância da conscientização da população sobre o descarte correto de resíduos pós-consumo. Por meio dessa atitude, os produtos podem ser reinseridos no ciclo de forma inovadora e a contribuir para a sustentabilidade do planeta”, complementa Ana Laura Sivieri, Diretora de Marketing & Comunicação da Braskem.

Campanha nas redes sociais

Para ajudar a impulsionar essa tendência sustentável na indústria da moda e levar a mensagem a população, a Braskem lançou ainda uma campanha nas redes sociais com uma série de vídeos e conteúdos para explicar o processo de produção do fio de polipropileno com material reciclado e para provocar uma discussão a respeito da economia circular.

A companhia convidou os influenciadores Caio Braz, Isabella Fiorentino, Lilian Pacce e Mona Soares, todos do mundo da moda e ligados a temas como sustentabilidade, consumo consciente e economia circular para acompanharem os estudantes em todas as etapas do processo de criação dos looks no ateliê da estilista Patricia Bonaldi durante o Desafio de Moda.

Os alunos criaram seis looks para a nova coleção da estilista, sendo três peças apenas com o fio de Polipropileno com material reciclado e outras três peças utilizando tanto o fio de PP com material reciclado como o tecido feito a partir do fio. “Participar de um projeto junto a estudantes de moda foi muito gratificante. Poder compartilhar um pouco do meu conhecimento e trocar informações com essa nova geração é sempre enriquecedor. Pude também entender melhor sobre o uso de resíduos plásticos na moda e o resultado que trouxemos para a passarela do meu desfile no SPFW me deixou muito satisfeita”, comenta a estilista Patricia Bonaldi.

Os três looks escolhidos por Patricia Bonaldi estão na passarela da SPFW desta quarta-feira, 16 de outubro. Os demais estarão expostos durante todo o evento no estande da Braskem. A edição N48 da São Paulo Fashion Week será realizada entre 13 e 18 de outubro, no Pavilhão das Culturas Brasileiras, no Parque Ibirapuera, na capital paulista.

Sobre PatBo

A marca brasileira comandada pela estilista consagrada Patricia Bonaldi preza pelo cuidado com as roupas e pelo trabalho manual. Criada em 2012, sua etiqueta mais casual e fashionista traz toda a criatividade da estilista em looks que vão do beachwear ao ready to wear. Atualmente, a marca está disponível em mais de 100 pontos de venda no Brasil e 50 no exterior.

Sobre a Braskem

Os 8 mil Integrantes da Braskem se empenham todos os dias para melhorar a vida das pessoas por meio de soluções sustentáveis da química e do plástico, engajados na cadeia de valor para o fortalecimento da Economia Circular. Com 41 unidades industriais no Brasil, EUA, México e Alemanha e receita líquida de R$ 58 bilhões (US$ 15,8 bilhões), a Braskem possui produção anual de mais de 20 milhões de toneladas de resinas plásticas e produtos químicos e exporta para Clientes em aproximadamente 100 países.

Doação de órgãos: especialista do Hospital 9 de Julho esclarece as principais dúvidas sobre o procedimento

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.