Header Ads

Futuro da mobilidade no Brasil será debatido no Connected Smart Mobility

A integração de diferentes modais como solução para a mobilidade urbana no País, por meio da conexão entre vários meios, tais como metrô, ônibus, bicicleta, táxi, transporte aéreo, entre outros, fazem parte da revolução da mobilidade no Brasil e será o foco do Connected Smart Mobility, evento que será realizado nos dias 17 e 18 de setembro de 2019, em São Paulo.

       © jpg


POR AMANHECER DA NOTICIAS

Nos dias 17 e 18 de setembro de 2019, São Paulo sediará o Connected Smart Mobility, iniciativa promovida pela Sator e que tem o objetivo de debater e apresentar soluções e tendências para a mobilidade urbana no País. A integração de diferentes modais como solução para a mobilidade no Brasil, por meio da conexão entre vários meios, tais como metrô, ônibus, bicicleta, táxi, transporte aéreo, entre outros, fazem parte da revolução da mobilidade e deve ser pensada para atender as necessidades de locomoção das pessoas nos centros urbanos, tendo como objetivo proporcionar qualidade de vida à população. Nesse sentido, a programação do evento contempla os temas: mobilidade para as pessoas, mobilidade ativa, mobilidade compartilhada, veículos elétricos, análise de dados, conectividade & integração e tendências.

De acordo com Paula Faria, diretora executiva da Sator, conectividade e integração entre os diferentes modais de transportes são pontos fundamentais para a revolução na mobilidade urbana no Brasil e que o avanço nessa área está relacionado aos novos investimentos em infraestrutura, onde é imprescindível a operação de um plano de mobilidade com transporte público integrado e infraestrutura 3.0 para mobilidade elétrica. "Também é necessário trabalhar os temas de gestão de trânsito, segurança, movimentação urbana de carga e logística e o plano de mobilidade e carga para as cidades. É importante ressaltar, ainda, que a integração entre os diferentes meios de locomoção é necessária e urgente, visto que o modelo atual não atende mais as necessidades de transporte urbano".

E complementa: "O Connected Smart Mobility, a revolução da mobilidade urbana, traçará um panorama da mobilidade brasileira e proporcionará uma verdadeira imersão sobre o tema, envolvendo diversos atores para discutir a revolução da mobilidade, por meio de investimentos, tecnologia e inovação com foco na necessidade das pessoas, pois é fundamental a conexão entre os diferentes modais no sentido de atender as demandas de locomoção da população nas cidades, principalmente as que concentram grandes conglomerados", comenta a executiva."

Mobilidade como um serviço
O Centro para a Quarta Revolução Industrial do Fórum Econômico Mundial fará parcerias com governos selecionados em todo o mundo e com interesse em servir de plataforma para novas políticas e regulamentações sobre como implantar, integrar e dimensionar mobilidade aérea compartilhada em suas redes de mobilidade existentes. Os veículos autônomos já são realidade em algumas cidades do mundo, mas o Brasil é um dos últimos no ranking de aptidão para carros autônomos, segundo estudo da consultoria KPMG. O MaaS – Mobilidade como um serviço descreve uma mudança de propriedade pessoal de meios de transporte para soluções de mobilidade que são consumidos como um serviço. O conceito-chave do MaaS é oferecer aos viajantes soluções de mobilidade com base em suas necessidades de viagem.

A diretora executiva da Sator cita que a perspectiva de investimentos no setor de mobilidade urbana e o conceito do transporte como um serviço são pontos fundamentais. "Reuniremos gestores públicos, especialistas, empresários, representantes de diferentes segmentos, planejadores e pensadores de organizações comprometidas com a mobilidade urbana, instituições financeiras e organismos internacionais de fomento, além de startups, entidades de classe e universidades nos dois dias do evento. "Teremos ainda o CSM STARTUP HUB, um espaço dentro do Connected Smart Mobility voltado para a participação de startups, que tem o propósito de promover a participação destas organizações, tendo como principal objetivo apresentar propostas capazes de revolucionar a mobilidade urbana do país", conclui Paula Faria.


Principais pontos da Plataforma Connected Smart Mobility
Mobilidade para as pessoas; Mobilidade ativa; Mobilidade compartilhada; Veículos elétricos; Data analytics (IOT, Inteligência artificial, Blockchain, realidade virtual e aumentada, internet das coisas, sensores, entre outros).

Dados do setor
Segundo relatório produzido pelo BNDES, nas últimas décadas, o Brasil se consolidou como um país urbano e metropolitano, sendo que os investimentos em infraestrutura de transporte público não acompanharam a urbanização. Nesse sentido, as cidades brasileiras vêm enfrentando problemas crescentes de poluição, congestionamentos e acidentes de trânsito, além de a qualidade do transporte público ser insatisfatória.


SERVIÇO
CSM – CONNECTED SMART MOBILITY - A revolução da mobilidade urbana
Data: 17 e 18 de setembro de 2019 – Paralelo ao Connected Smart Cities
Local: Centro de Convenções Frei Caneca, São Paulo/SP
Mais Informações: www.connectedsmartmobility.com.br
Promoção e Organização: Sator

CREDENCIAMENTO E INFORMAÇÕES PARA IMPRENSA CONNECTED SMART MOBILITY: Os jornalistas deverão solicitar o credenciamento pelo e-mail: imprensa@sators.com.br (Jornalista Eliane Jerônimo Bueno). É necessário informar: nome, função, veículo e contatos dos profissionais.

Sobre a Plataforma Connected Smart Mobility
O Connected Smart Mobility, iniciativa promovida pela Sator, acontece em São Paulo, nos dias 17 e 18 de setembro de 2019 – Paralelo ao Connected Smart Cities, e tem como objetivo apresentar um panorama da mobilidade urbana brasileira, tendo como premissa o propósito de que a mobilidade urbana é a condição em que se realizam os deslocamentos de pessoas e cargas no espaço de uma cidade e que, portanto, a conexão entre os diferentes modais tem papel fundamental e urgente.
Porque as pessoas se deslocam? Para ir ao cinema, para trabalhar, para fazer compras, dentre muitas outras razões. Portanto, mais do que melhorar a experiência ou a rapidez com que as pessoas atravessam a cidade ou se deslocam, mobilidade urbana é o acesso das pessoas a oportunidades.
E quem garante a mobilidade urbana em uma cidade para que as pessoas possam acessar as oportunidades?
Como sair da caixa do modelo tradicional de pensar mobilidade em grandes centros para conceitos mais modernos de planejamento? Quais as tecnologias e inovações que vão revolucionar a mobilidade urbana?
Estas e outras questões, tais como relacionadas a investimentos, serão apresentadas durante o Connected Smart Mobility, que reunirá gestores públicos federais, estaduais e municipais, empresários, engenheiros, arquitetos, urbanistas, advogados, consultores, planejadores e pensadores de organizações comprometidas com a mobilidade urbana, fundos de investimentos, bancos financiadores e organismos internacionais de fomento, startups, entidades de classe e universidades nos dois dias do evento.

Sobre a Sator
A Sator nasceu em 2005 como uma empresa de produção de eventos, passou a oferecer serviços de comercialização e comunicação para os eventos que organizava e, mais recentemente, descobriu-se como uma organização desenvolvedora de plataformas de negócios, que consiste em identificar, planejar e desenvolver oportunidades por meio de encontros presenciais, como seminários, feiras, rodadas de negócios, mídia online e impressa.

A empresa conta com uma ampla experiência na organização de eventos de aviação, tais como: a Labace – Latin American Business Aviation Conference & Exhibition (2007 a 2009), a Feira Nacional de Aviação Civil com curadoria técnica da ANAC (2008 a 2010), o Broa Fly-in (2006 a 2008), o Road Show Chile (2012), a Airport Infra Expo (2011 a 2018), Aviação em Debate (2015) e o IBAS – International Brazil Air Show (2017 e 2019). Também é responsável pelo Connected Smart Cities (2015 a 2019), PPP Awards & Conference (2017 e 2019), Fórum de Mobilidade (2018), Fórum Nacional do Combate à Criminalidade (2018 e 2019), Festival ABCR – Associação Brasileira de Captadores de Recursos (2019) e Connected Smart Mobility (2019).

 Etapa Iguatemi Campinas do Santander Track&Field Run Series acontece em setembro


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.