Header Ads

CDHU lança campanha para mutuário negociar dívida

Mutuários que têm débitos pendentes terão condições especiais para facilitar a renegociação

        © jpg


POR AMANHECER DA NOTICIAS

A Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU), órgão vinculado à Secretaria da Habitação do Estado de São Paulo, lançou no último dia 24, a campanha "CDHU em Dia", que oferece facilidades e condições especiais para renegociação de débitos do financiamento habitacional. A ação, que tem como garoto propaganda o apresentador Ratinho, é destinada a mutuários da CDHU de todo o Estado que estão com mais de duas prestações em atraso, e que tenham acordo com a Companhia ou que ainda aguardam por isso.

A campanha é veiculada em todos os meios de comunicação (rádios, televisões, internet e jornais impressos) e apresenta como novidade balcões de informações nas estações de Metrô Sé, Brás e Luz, na Capital.

Foram produzidos filmes e spot para veiculação em televisões e rádios de todo o Estado, canais digitais e redes sociais, além de vinhetas exibidas nas estações de trens e em monitores dentro de mais de sete mil vagões de trens da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) na Capital. A campanha também conta com peças de divulgação visual tradicionais como anúncios impressos, cartazes, folhetos, adesivos e banners, espalhados em mais de 600 municípios onde a CDHU atua.

Dentre as condições oferecidas para facilitar o acordo estão a isenção de juro e mora para quem quitar integralmente a dívida, isenção de entrada para quem deve até 11 prestações e ainda não fez acordo com a CDHU, pagamento de entrada no valor de apenas uma parcela para quem já tem acordo anterior, e até descontos de 5% e 10% do valor total do débito para aqueles com dívida a partir de 12 e com mais de 36 prestações em atraso, respectivamente.

Para obter mais informações, o interessado deve acessar o site cdhu.sp.gov.br ou ligar para o Alô CDHU, 0800 000 2348. Para quem mora no interior, pode entrar também em contato com os escritórios regionais da Companhia.



 25 anos do Plano Real: FHC e a liderança democrática

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.