Header Ads

Base de participantes da Prevcom abrange mais de 40 municípios paulistas

Perfil dos integrantes revela faixas etárias de 20 a 81 anos, concentração na Capital e busca da alíquota ideal para aumentar as contribuições mensais de acordo com o orçamento

         © jpg


POR AMANHECER DA NOTICIAS

A base de participantes da Fundação de Previdência Complementar do Estado de São Paulo (Prevcom) é diversificada, equilibrada na proporção entre homens e mulheres e idades que variam de 20 a 81 anos. O levantamento do perfil dos servidores revela que 72% têm curso superior completo, 28% concluíram os ensinos médio e fundamental e mais de 9 mil residem na Capital paulista, município com grande concentração de órgãos vinculados à administração pública.

A distribuição dos inscritos nos planos de previdência complementar abrange mais de 40 municípios do Estado. No ranking estadual, liderado por São Paulo (9,1 mil inscritos), Ribeirão Preto, com 1,2 mil participantes, Campinas, que detém 1,1 mil, e Bauru, com 863, são os entes com maior número de servidores, seguidos de Piracicaba (639) e São Carlos, com 558. Do total de 30 mil integrantes, cerca de 70% trabalham no Interior paulista.

Na classificação por idade, a pesquisa registra 9,8 mil na faixa de 20 a 40 anos, 16,3 mil com idades de 41 a 60 anos e 2,5 mil de 61 a 81 anos. A composição dos planos aponta a adesão acumulada de 14,1 mil mulheres e 14,6 mil homens, um indicador que tem mantido a média de 50% e sustentado esta correlação sem variações significativas nos últimos anos.

Como investimento de longo prazo, rentabilidade e tempo são fatores a serem considerados, independente do momento de entrada nos planos da Fundação. Em sete anos de atividades e R$ 1,2 bilhão em patrimônio, a instituição identifica que a cultura da poupança para a aposentadoria e o planejamento financeiro ganham espaço entre os servidores. Eles acompanham o movimento das aplicações, seu rendimento e efetuam ajustes para alcançar o fluxo financeiro ideal, de acordo com a etapa em que se encontram na vida profissional.

As contribuições facultativas, que atingiram o total de R$ 5,1 milhões em 2018, superando os R$ 4,2 milhões do ano anterior, indicam que uma parcela dos beneficiários utiliza esta via para intensificar os investimentos e obter valor maior de complementação de renda. As alterações de percentual de contribuição para níveis acima do limite de 7,5% de contribuição paritária do Estado demonstram o interesse em sistematizar o aumento do capital aplicado e calibrar os depósitos realizados mês a mês para atingir objetivos pessoais.

Perfil

 Shizen Energy entrega sua primeira usina de energia solar no Brasil

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.