Header Ads

APAE DE SÃO PAULO comemora 28º aniversário da Lei de Cotas

Celebração contará com a participação da Organização em evento organizado pela Câmara Paulista para Inclusão da Pessoa com Deficiência no Mercado de Trabalho Formal, além de assinatura de parceria com governo do Estado de São Paulo

        © jpg


POR AMANHECER DA NOTICIAS


Para celebrar o 28º aniversário da Lei de Cotas, que obriga empresas com 100 ou mais funcionários a destinarem de 2% a 5% de suas vagas para pessoas com deficiência, a APAE DE SÃO PAULO, referência na inclusão profissional de pessoas com deficiência intelectual, participará de evento organizado pela Câmara Paulista para Inclusão da Pessoa com Deficiência no Mercado de Trabalho Formal, coordenada pelo Projeto de Inclusão da Pessoa com Deficiência da SRTb-SP – Superintendência Regional do Trabalho em São Paulo. A ação será realizada no dia 24 de julho, entre 10h e 15h, na Praça das Artes (Vale do Anhangabaú).

Outro marco é o termo de parceria assinado em 17 de julho pelo governador João Doria para a contratação de 15 jovens com deficiência intelectual, que trabalharão no Palácio dos Bandeirantes em diversas funções. Os aprendizes darão expediente de seis horas diárias e receberão treinamento no local de trabalho. Além disso, a APAE DE SÃO PAULO orientará os gestores e funcionários de cada departamento para acolherem os novos colegas.

"Para a APAE DE SÃO PAULO, é importante que a Lei de Cotas seja cumprida, por isso, estamos à disposição das empresas e do poder público para oferecer mão de obra e suporte. Trabalhamos para que cada vez mais pessoas com deficiência intelectual sejam inseridas na vida profissional", explica Victor Martinez, pedagogo e orientador do Serviço de Inclusão Profissional da APAE DE SÃO PAULO. Desde 2013, a Organização adota a Metodologia do Emprego Apoiado, que já promoveu o ingresso de mais de 2.300 jovens com deficiência intelectual em mais de 50 empresas, além de órgãos públicos. Somente em 2018, 417 pessoas foram contratadas por meio do projeto.

Um estudo realizado pela área de Ensino, Pesquisa e Inovação da APAE DE SÃO PAULO indica que as pessoas com deficiência, principalmente as com deficiência intelectual, quando incluídas, há vários ganhos principalmente os sociais. "A contratação contribuiu para aumentar a autoestima e proporcionar novas conquistas no âmbito pessoal relacionadas ao sentimento de utilidade, de participação social, de contribuição na vida financeira da família, entre outros", diz Márcia Pessoa, orientadora de Inclusão Profissional da Organização e autora do estudo. "Muitos jovens contam que, depois que começaram a trabalhar, passaram a elaborar planos, traçar metas e considerar novos projetos para o futuro", completa Márcia.

Dados Gerais

De acordo com o último Censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), realizado em 2010, há cerca de 45 milhões de pessoas com deficiência no País, das quais 31 milhões têm idade para ingressar no mercado de trabalho. Apesar disso, dados da Relação Anual de Informações Sociais (RAIS) de 2017 indicam que aproximadamente 360 mil estão empregadas pela Lei de Cotas e ainda há quase 400 mil vagas desocupadas. Do total de profissionais empregados, apenas 8% têm deficiência intelectual. No Estado de São Paulo, cujo número de contratações é o maior do País, há cerca de 140 mil profissionais com deficiência ocupando cargos em empresas privadas e órgãos públicos.

Serviço

28º Aniversário da Lei de Cotas

Data: 24/07/2019 (quarta-feira)

Horário: 10h às 15h

Local: Praça das Artes – Av. São João, 281, centro – São Paulo/SP

Sobre a APAE DE SÃO PAULO

A APAE DE SÃO PAULO é uma Organização da Sociedade Civil, sem fins lucrativos, que há 58 anos previne e promove a saúde das pessoas com deficiência intelectual, além de apoiar a sua inclusão social e a defesa de seus direitos, produzindo e disseminando conhecimento. Atua desde o nascimento ao processo de envelhecimento, propiciando o desenvolvimento de habilidades e potencialidades que favoreçam a escolaridade e o emprego apoiado, além de oferecer assessoria jurídica às famílias acerca dos direitos das pessoas com deficiência intelectual. Pioneiro no Teste do Pezinho no Brasil e credenciado pelo Ministério da Saúde como Serviço de Referência em Triagem Neonatal, o Laboratório APAE DE SÃO PAULO é o maior da América Latina em exames realizados. Por meio do Instituto APAE DE SÃO PAULO, a Organização gera e dissemina conhecimento científico sobre deficiência intelectual com pesquisas e cursos de formação. Para colaborar, os interessados podem ligar para: 11-5080-7000, acessar ou enviar e-mail para atendimento@apaesp.org.br .

 Uber lança recursos para lembrar usuários de verificarem os dados da viagem antes do embarque

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.