Header Ads

Saúde mental no esporte: por que é preciso falar sobre isso?


Muito além da fisiologia, atletas de ponta também buscam driblar o tabu das psicopatologias e trazer à tona as relações entre o alto rendimento e saúde mental; especialistas do Mackenzie comentam

   © jpg


POR AMANHECER DA NOTICIAS

Quando ?esporte? e ?saúde? se misturam, é comum que o imaginário popular fale em joelhos atrapalhando atacantes, dores no ombro desfalcando goleiros e aquele desconforto na coxa tirando de campo um zagueiro em plena partida. Sim, temos a ideia de que o atleta de alto rendimento só sofre impactos físicos ? o que é um mito.

Acometendo cada vez mais brasileiros, a depressão e suas doenças associadas também já fazem parte da realidade dos esportistas. Cristiane, autora de três gols na estreia da Seleção Brasileira contra a Jamaica, que o diga. A craque do Brasil precisou superar um quadro depressivo para voltar a brilhar.

Por conta de problemas físicos, que a tiraram dos Jogos Olímpicos do Rio 2016, a atacante do São Paulo chegou a duvidar que participaria de outra Copa do Mundo, o que poderia mudar os rumos de sua carreira. Pensando nisso, especialistas da Universidade Presbiteriana Mackenzie comentam o caso.

Outro exemplo é o atacante Nilmar, que brilhou por Corinthians e Internacional. Ao se transferir para o Santos, no entanto, já aos 33, o jogador foi perdendo as forças para treinar e jogar. Em alguns meses, rescindiu com o peixe com só dois jogos na passagem. A depressão também foi motivadora.

O que Nilmar e Cristiane têm em comum, além da função, é estar em um esporte que ainda trata esses temas com constrangimento. E segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), os casos só crescem. Na ultimada década, o número de pessoas diagnosticadas aumentou 18,4%, o que já supera a casa dos 320 milhões de depressivos. É preciso, o quanto antes, colocar o assunto em campo ? ou na quadra, piscina, arena, pista.

Os especialistas da Universidade Presbiteriana Mackenzie estão por dentro de tudo o que cerca a Copa do Mundo de Futebol Feminino 2019 e a Copa América 2019. Além de saúde, os profissionais estão disponíveis para entrevistas sobre temas variados. Veja a lista e entre em contato conosco:

*Saúde: Quais são as preparações pré e pós com os atletas?

Daniel Rogério Ferreira possui graduação em Fisioterapia pela Universidade de Mogi das Cruzes. É pós-graduado pela Universidade Federal de São Paulo em Fisioterapia Esportiva e Fisioterapia Motora Hospitalar e Ambulatorial. É professor de cursos superiores e pós-graduações desde 2.000. Possui formação e experiência em terapia manual nos conceitos e técnicas de Maitland, Mulligan e Positional Release Therapy. Atualmente é professor da Universidade Presbiteriana Mackenzie, atuando principalmente nos seguintes temas: reabilitação, fisioterapia em ortopedia, traumatologia, esporte, reumatologia, exames complementares, métodos e técnicas de avaliação, cinesiologia e ortopedia pediátrica.


*Psicologia do esporte ? Por trás do atleta

O esporte traz consigo um significado que vai além dos campos. O estudo na área cresce ao passo que o esporte se torna um agente transformador.

Flavia Vernizi Adachi possui graduação em Psicologia pela Universidade Tuiuti do Paraná. pós-graduada em saúde mental: abordagem interdisciplinar; especialização em dependências químicas e em MBA gestão de serviços e recursos materiais na administração pública. Mestre em Psicologia pela Universidade Tuiuti do Paraná. Integrante do Corpo Docente da Faculdade Evangélica Mackenzie Paraná na disciplina de Saúde Mental. Experiência na área de Saúde Coletiva, com ênfase em Saúde Mental.


*Comportamento - Manias e simpatias dos atletas

A relação do atleta com seu esporte praticado é, muitas vezes, baseada em momentos de intimidade. Cada esportista tem sua superstição, desde uma ?conversa? silenciosa com seu objeto de treino até um beijo na bola do jogo. Especialista conta como esses pequenos gestos podem ser importantes.

Flavia Vernizi Adachi possui graduação em Psicologia pela Universidade Tuiuti do Paraná. pós-graduada em saúde mental: abordagem interdisciplinar; especialização em dependências químicas e em MBA gestão de serviços e recursos materiais na administração pública. Mestre em Psicologia pela Universidade Tuiuti do Paraná. Integrante do corpo docente da Faculdade Evangélica Mackenzie Paraná na disciplina de Saúde Mental. Experiência na área de Saúde Coletiva, com ênfase em Saúde Mental.


*Nutrição: Como funciona a refeição balanceada para as atletas em eventos de curto período de competição?

Marcia Nacif é professora de Nutrição na Universidade Presbiteriana Mackenzie. Possui graduação em Nutrição pela Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo, especialização em Nutrição Hospitalar pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, mestrado em Nutrição Humana Aplicada pela Universidade de São Paulo e doutorado em Saúde Pública pela Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo.


*A atividade cardíaca no futebol

Karla Maria Martins Froes Caron professora da Faculdade Evangélica Mackenzie Paraná na disciplina de Cardiologia, também atuando como docente assistencialista em atividades de atendimento ambulatorial. É cardiologista, com residência médica em cardiologia.


*Importância da preparação física e do aquecimento para a atividade esportiva

Cecilia Neves de Vasconcelos possui graduação em Medicina pela Faculdade Evangélica Mackenzie Paraná. É professora de Propedêutica/Semiologia e Medicina Interna da Faculdade Evangélica Mackenzie Paraná, com experiência na área, com ênfase em Hematologia e Clínica Médica, atuando principalmente nos seguintes temas: Coagulação; Trombofilias.

Roberta Rehder possui Residência Médica em Neurocirurgia pelo Hospital Universitário Evangélico de Curitiba, mestrado em Princípios da Cirurgia e doutorado em Princípios da Cirurgia pela pela Faculdade Evangélica Mackenzie Paraná. Possui título de especialista pela Sociedade Brasileira de Neurocirurgia, em Cirurgia Minimamente Invasiva, Neurocirurgia Pediátrica pelo Boston Children´s Hospital, Harvard Medical School e especialização em Cirurgia Minimamente Invasiva, Neurocirurgia Pediátrica pelo Johns Hopkins Hospital.


*A atenção com relação às quedas e batidas na cabeça ? problemas neurológicos

Roberta Rehder possui Residência Médica em Neurocirurgia pelo Hospital Universitário Evangélico de Curitiba, mestrado em Princípios da Cirurgia e doutorado em Princípios da Cirurgia pela pela Faculdade Evangélica Mackenzie Paraná. Possui título de especialista pela Sociedade Brasileira de Neurocirurgia, em Cirurgia Minimamente Invasiva, Neurocirurgia Pediátrica pelo Boston Children´s Hospital, Harvard Medical School e especialização em Cirurgia Minimamente Invasiva, Neurocirurgia Pediátrica pelo Johns Hopkins Hospital.


*Preocupação com reincidência de lesões no futebol

As lesões são acontecimentos indesejáveis e desagradáveis, as quais ocorrem como consequência de um acidente ou por métodos inadequados de treinamento (principal causa) como: falta de condição física, alterações estruturais que sobrecarregam mais determinadas partes do corpo que outras e pela fraqueza muscular, tendinosa e ligamentar. A lesão reincidente é uma lesão do mesmo tipo e no mesmo local, que ocorre após o regresso de um jogador para a plena participação. Uma lesão recorrente ocorrendo dentro de dois meses de retorno de um jogador para a plena participação é referido como uma ?recidiva precoce?.

A gravidade da lesão é mencionada como ?o número de dias decorridos desde a data da lesão até a data de retorno do jogador para plena participação dos treinos e sua disponibilidade a ser selecionado para um jogo?. A gravidade média e mediana das lesões deve ser reportada em dias, juntamente com a distribuição das lesões agrupadas de acordo com sua gravidade.

Cássio Zini é especialista em ortopedia, medicina esportiva e professor da Faculdade Evangélica Mackenzie Paraná. É mestre em Princípios da Cirurgia pelo Instituto de Pesquisas Médicas, e médico do Hospital Universitário Evangélico de Curitiba, membro titular da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia, e médico ortopedista do Clube Atlético Paranaense.


*Doping de atletas por medicamentos e suplementação

O doping por medicamentos atinge todos os atletas, dos mais aos menos conhecidos. Na maioria dos casos, os esportistas alegam falta de conhecimento para atestar inocência, mas, mesmo assim, grande parte dos casos é cercada de muita polêmica.

Marcelo del Olmo Sato possui graduação em Medicina e Farmácia e Bioquímica. Atualmente é professor responsável pelas disciplinas de Neuroendocrinofisiologia e de Farmacologia do curso de Medicina da Faculdade Evangélica Mackenzie Paraná, e médico auditor da Secretaria Municipal de Saúde de Curitiba.


*Os cuidados com a pele durante a prática de esporte ao ar livre.

Anelise Roskamp Budel possui graduação em Medicina pela Faculdade Evangélica Mackenzie Paraná, especialização em Especialização em Dermatologia pela Université Libre de Bruxelles, especialização em Especialização em Micologia Médica e Veterinária pela Université Libre de Bruxelles e residencia-medicapela Faculdade Evangélica do Paraná. Atualmente é professor titular da Faculdade Evangélica Mackenzie Paraná. Tem experiência na área de Medicina, com ênfase em Clínica Médica.

Economia, marketing, sociedade e marcas: outros aspectos que rondam as competições

*Comportamento: Como se policiar de atitudes erradas e ter um bom desempenho durante os jogos?

Ronê Paiano possui graduação em Educação Física pela Universidade do ABC e mestrado em Educação, Arte e História da Cultura pela Universidade Presbiteriana Mackenzie. Atualmente é doutorando em Distúrbio do Desenvolvimento. Tem vasta experiência na Educação Física Escolar, tendo atuado como professor e coordenador da área de Educação Física e Esporte. Desde 2000 é professor da Universidade Presbiteriana Mackenzie, ministrando aulas nos cursos de Educação Física e Pedagogia.


*Superstição no futebol: pessoas que acreditam que certos costumes garantem a vitória do seu time.

Fabiano Fonseca da Silva é graduado em psicologia pela Universidade de São Paulo, mestre e doutor em Psicologia Social e do Trabalho pelo Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo. Atualmente é professor do curso de Psicologia no Centro de Ciências Biológicas e da Saúde da Universidade Presbiteriana Mackenzie, onde leciona Orientação Profissional, Psicologia do Esporte e do Exercício Físico, Tecnologia da Informação e da Educação na Licenciatura em Psicologia e Supervisão de Estágios Específicos em Orientação Profissional e Psicologia do Esporte.


*O jogo e a vida: a relação do futebol com a sociedade brasileira.

Rodrigo Prando é professor de sociologia, possui graduação em Ciências Sociais, Mestrado em Sociologia e Doutorado em Sociologia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.


*Infraestrutura: com o que o brasileiro se beneficiou com a Copa de 2014 e pode ser exemplo para a Copa América

Valter Caldana é professor da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo. Possui graduação em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade de São Paulo, mestrado em Planejamento Urbano e Regional (Estruturas Ambientais Urbanas) FAU-USP e doutorado em Projeto de Arquitetura (Estruturas Ambientais Urbanas) FAU-USP.


*O ópio do povo: qual a influência do futebol sobre as escolhas da população?

Rosana Schwartz é doutora em História, pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - PUC/SP, possuindo graduação em Comunicação Social: habilitação em Jornalismo e Publicidade e Propaganda. É professora e pesquisadora da Universidade Presbiteriana Mackenzie.


*Mobilidade Urbana: o sistema de transporte nos dias de jogos do Brasil na Copa América

Luiz Vicente Figueira de Mello Filho é professor mobilidade urbana e meio ambiente. Possui mestrado em Engenharia Automotiva pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo, pós-graduação em Comunicação e Marketing pela Faculdade Cásper Líbero, e graduação em Administração de Empresas e em Engenharia Mecânica pela Universidade Presbiteriana Mackenzie (1999).

*A gestão de grandes eventos e seu sucesso.

Alexandre Ferreira Coelho é mestre em Ciências da atividade física - área Gestão e Marketing Esportivo. Atualmente dirige a One Sport & Marketing, Professor de graduação e MBA de Universidades Brasileiras. Tem experiência na área de Administração, com ênfase em Gestão esportiva, Marketing, Planejamento Estratégico e gestão de Recursos Humanos, atuando principalmente nos seguintes temas: Marketing, Gestão Empresarial, Gestão Estratégica, de Pessoas e Processos. Atualmente é professor da Faculdade Presbiteriana Mackenzie Rio.


*Consumidor: Os problemas da venda de produtos da Copa América falsificados.

Bruno Boris é professor de direito de empresa, societário e falimentar. Possui graduação em Direito pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, especialização em Direito das Relações de Consumo pela PUC-SP, é mestre em Direito Político e Econômico pela Universidade Presbiteriana Mackenzie.


*Visibilidade: as marcas e o merchandising no maior evento futebolístico do mundo.

Anderson Gurgel Campos é professor doutor em Comunicação e Semiótica pela Pontifícia Universidade Católica (PUC-SP), possui graduação em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho e mestrado pela PUC-SP. Desenvolve pesquisa sobre as relações entre comunicação, esporte e economia, com particular interesse para os aspectos espetaculares e imagéticos do desporto. É professor da Faculdade de Comunicação e Letras do Mackenzie.

Raquel Duarte Hadler é doutoranda em Análise do Discurso no departamento de Linguística da Unicamp, Mestre em Comunicação e Práticas de Consumo pelo PPGCOM ESPM, pós-graduada em Administração de Empresas pela Fundação Getúlio Vargas EAESP e graduada em Comunicação Social com ênfase em Propaganda e Marketing. Experiência docente em graduação, pós-graduação, em curso de extensão e atuação como pesquisadora do Grupo de Pesquisa em Ética, Comunicação e Consumo (GPECC) financiado pelo CNPq, do PPGCOM ESPM. Atualmente ministra aulas de Comunicação e Marketing na graduação da Universidade Presbiteriana Mackenzie Campinas.


*Marketing: como o álbum de figurinha da Copa fortalece a imagem da Seleção e seus jogadores.

Anderson Gurgel Campos é professor doutor em Comunicação e Semiótica pela Pontifícia Universidade Católica (PUC-SP), possui graduação em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho e mestrado pela PUC-SP. Desenvolve pesquisa sobre as relações entre comunicação, esporte e economia, com particular interesse para os aspectos espetaculares e imagéticos do desporto. É professor da Faculdade de Comunicação e Letras do Mackenzie.

Raquel Duarte Hadler é doutoranda em Análise do Discurso no departamento de Linguística da Unicamp, Mestre em Comunicação e Práticas de Consumo pelo PPGCOM ESPM, pós-graduada em Administração de Empresas pela Fundação Getúlio Vargas EAESP e graduada em Comunicação Social com ênfase em Propaganda e Marketing. Experiência docente em graduação, pós-graduação, em curso de extensão e atuação como pesquisadora do Grupo de Pesquisa em Ética, Comunicação e Consumo (GPECC) financiado pelo CNPq, do PPGCOM ESPM. Atualmente ministra aulas de Comunicação e Marketing na graduação da Universidade Presbiteriana Mackenzie Campinas.


*História e peculiaridades da Copa América

Anderson Gurgel Campos é professor doutor em Comunicação e Semiótica pela Pontifícia Universidade Católica (PUC-SP), possui graduação em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho e mestrado pela PUC-SP. Desenvolve pesquisa sobre as relações entre comunicação, esporte e economia, com particular interesse para os aspectos espetaculares e imagéticos do desporto. É professor da Faculdade de Comunicação e Letras do Mackenzie.


*Mídias Sociais: Alerta de Fake News e a Copa América.

Diogo Rais é professor de Direito eleitoral / Direito público na Universidade Presbiteriana Mackenzie. É doutor em Direito Constitucional pela PUC-SP pelo projeto "CNJ Acadêmico" da CAPES em parceria com o Conselho Nacional de Justiça e em convênio com a Universidade Presbiteriana Mackenzie, mestre em Direito Constitucional pela PUC-SP, com cursos de extensão em Justiça Constitucional pela Université Paul Cézanne (Aix-en-Provence, França). Colunista sobre a área eleitoral no Valor Econômico durante as eleições de 2016, e especialista em Fake News.


*Nutrição: Como funciona a refeição balanceada para os atletas em eventos de curto período de competição?

Marcia Nacif é professora de Nutrição na Universidade Presbiteriana Mackenzie. Possui graduação em Nutrição pela Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo, especialização em Nutrição Hospitalar pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, mestrado em Nutrição Humana Aplicada pela Universidade de São Paulo e doutorado em Saúde Pública pela Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo.


*Quitutes: salgados para saborear durante os 90 minutos.

Maurício Lopes é professor de gastronomia na Universidade Presbiteriana Mackenzie. Graduado em Gastronomia pelo SENAC, pós-graduação em Eventos pela Universidade Anhembi Morumbi.


*Mulheres: o envolvimento feminino com o futebol.

Rosana Schwartz é doutora em História, pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - PUC/SP, possuindo graduação em Comunicação Social: habilitação em Jornalismo e Publicidade e Propaganda. É professora e pesquisadora da Universidade Presbiteriana Mackenzie.


*RH ? Dilema: liberar funcionários em dias de jogos ou disponibilizar TVs... Reflexos da gestão?

Miriam Rodrigues é doutora em Administração de Empresas pela Fundação Getúlio Vargas - EAESP, mestre em Administração de Empresas pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, MBA Executivo Internacional em Administração de Recursos Humanos pela Fundação Getúlio Vargas / Ohio University, graduada em Pedagogia pela Universidade de São Paulo. Especialização em Gestão de Negócios e Projetos pelo INDEG / ISCTE, em Portugal.


*Alterações na paisagem da cidade com a Copa do Mundo

Pérola Brocanelli é professora de Arquitetura e Urbanismo, pesquisa A Paisagem da Cidade Sustentável: arquitetura, ambiente e tecnologia.


Sobre o Mackenzie
A Universidade Presbiteriana Mackenzie está entre as 100 melhores instituições de ensino da América Latina, segundo a pesquisa QS Quacquarelli Symonds University Rankings, uma organização internacional de pesquisa educacional, que avalia o desempenho de instituições de ensino médio, superior e pós-graduação.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.