Header Ads

DER libera tráfego de veículos pesados pela ponte sobre Rio Paranapanema na SP 270

Ponte que liga Paranapanema a Angatuba estava interditada ao tráfego de veículos pesados desde janeiro para obras de recuperação estrutural

        © jpg


POR AMANHECER DA NOTICIAS

O tráfego de veículos pesados (como caminhões, ônibus, micro-ônibus e utilitários) foi liberado nesta sexta-feira (31/05) pela ponte sobre o Rio Paranapanema, no Km 229,8 da Rodovia Raposo Tavares (SP 270). Estes veículos estavam proibidos de passar pelo local desde janeiro deste ano, quando o Departamento de Estradas de Rodagem (DER-SP) deu início aos serviços de recuperação estrutural no local.

Construída na década de 60, a ponte sobre o Rio Paranapanema, que liga a cidade de Paranapanema a Angatuba, possui 147 metros de extensão e tem grande importância logística para a região, já que é rota para o escoamento da produção agrícola e industrial. Por dia, passam neste trecho da SP 270 mais de quatro mil veículos.

As obras de recuperação estrutural da ponte integram o pacote de obras para modernização da Rodovia Raposo Tavares (SP 270), iniciada em 2018. As intervenções foram divididas em oito lotes, que cobrirão 204 quilômetros da rodovia, entre os municípios de Itapetininga e Ourinhos. Estão previstas a duplicação de 50,4 quilômetros, implantação de 122,7 quilômetros de terceiras faixas (em ambos os lados da rodovia), recuperação de 153, 5 quilômetros de pistas simples e acostamentos, e revitalização completa da sinalização. O DER implantará também 21 novos dispositivos de acesso, e outros 14 dispositivos existentes receberão melhorias. Serão construídas ainda três novas passarelas e um viaduto, além da reforma de pontes existentes.

As obras da SP 270 entre Piraju e Ourinhos (quatro primeiros lotes) foram iniciadas em abril de 2018 e deverão ser concluídas em outubro de 2019. Entre Itapetininga e Piraju (quatro últimos lotes) foram iniciadas em agosto de 2018 e devem ser finalizadas em agosto de 2020. O valor total do empreendimento é de R$ 635 milhões.

Construída na década de 60, a ponte sobre o Rio Paranapanema possui 147 metros de extensão e tem grande importância logística para a região, já que é rota para o escoamento da produção agrícola e industrial. Por dia, passam neste trecho da SP 270 mais de 4 mil veículos, que contarão com melhor infraestrutura rodoviária após a conclusão dos serviços de recuperação estrutural.

Orquestra Instituto GPA no Sesc Santos

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.