Header Ads

Contra a liberação do leilão de petróleo ao lado de Abrolhos

 Natureza sofrerá ainda mais com essa atividade do homem, que apenas visa lucro e poder"

       © jpg


POR AMANHECER DA NOTICIAS

O presidente do Ibama, Eduardo Fortunato Bim, incluiu áreas ao lado do Parque Nacional de Abrolhos em um leilão de petróleo, contrariando parecer técnico do próprio órgão.

Se houver qualquer incidente, como vazamento de óleo, uma das regiões de maior biodiversidade do Oceano Atlântico será prejudicada de forma irreversível, com danos às espécies que ali vivem e ao meio ambiente.

Questões econômicas não podem estar acima da preservação ambiental. O papel do Ibama é fiscalizar e proteger o meio ambiente, e o presidente do órgão deve seguir esse preceito.

Para impedir que isso aconteça, é fundamental que a Justiça Federal determine a exclusão dos sete blocos de petróleo localizados próximos ao Parque Nacional de Abrolhos.

 Pelo fim da aposentadoria especial de deputados

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.