Header Ads

Biogen promove evento científico voltado para neurociência, em São Paulo

Encontro científico reuniu mais de 200 especialistas, brasileiros e internacionais, com o objetivo de fomentar a discussão sobre doenças neurológicas no Brasil, em particular, a atrofia muscular espinhal e a esclerose múltipla

        © jpg


POR AMANHECER DA NOTICIAS

 A Biogen Brasil Produtos Farmacêuticos Ltda. (Biogen), empresa de biotecnologia, realizou nos dias 17 e 18 de maio, o Neuroscience Summit, no Hotel Four Seasons, em São Paulo (SP). Voltado para a classe médica e profissionais da área da saúde, o encontro científico contou com palestras e discussões clínicas de vida real a respeito das duas doenças neurológicas para as quais a Biogen pesquisa, desenvolve e comercializa medicações inovadoras: a atrofia muscular espinhal (AME) 5q e a esclerose múltipla (EM) – ambas neurodegenerativas, progressivas, graves e incapacitantes.

A empresa, pioneira em pesquisas com foco em neurociência, acredita que essa área é a próxima fronteira da medicina. "Poucos outros campos têm tantas necessidades não atendidas ou são tão promissoras para novas descobertas médicas. As doenças neurológicas são a principal causa de incapacidade e a segunda principal causa de morte em todo o mundo¹", afirma o gerente geral da Biogen Brasil, Christiano Silva. "No Brasil, a população idosa está crescendo de maneira considerável e, provavelmente até 2050, teremos cerca de 66 milhões de pessoas acima dos 60 anos². O perfil demográfico do país, portanto, elevará o patamar de desafio para a saúde pública com relação às doenças neurológicas. Por isso é tão importante abordarmos esses temas com profundidade desde já".

É dentro desse contexto que a Biogen investe consistentemente em educação médica continuada, e o Neurosicence Summitt faz parte dessa agenda. Participaram do encontro científico cerca de 200 profissionais de saúde, em sua grande maioria neurologistas, e de todas as regiões do Brasil. Dois especialistas internacionais em AME 5q apresentaram os estudos mais recentes sobre a doença: Kathryn Swoboda, que abordou o NURTURE, com pacientes pediátricos pré sintomáticos e novos dados recém divulgados no 71.º Encontro Anual da American Academy of Neurology (AAN)³, e Albert C. Ludolph, que trouxe estudos com pacientes adolescentes e adultos, além de sua experiência clínica. Para debater temas relacionados à esclerose múltipla, o Neuroscience Summit contou com o especialista internacional Timothy West, da UCSF Medical Center em San Francisco. Ambas as programações contaram também com nomes renomados de especialistas brasileiros nessas duas áreas terapêuticas.

"Durante dois dias, discutimos e compartilhamos conhecimento sobre melhores práticas no diagnóstico, manejo, e cuidado na atrofia muscular espinhal e na esclerose múltipla. O nosso grande objetivo é ampliar a capacitação médico-científica sobre essas duas doenças, não apenas da perspectiva da terapia medicamentosa, mas também de um cuidado integrado com a equipe multidisciplinar. Essa é a abordagem adequada para as doenças neurológicas", explica Marcelo Gomes, diretor médico da Biogen Brasil.

Com foco no desenvolvimento de terapias para esclerose múltipla e neuroimunologia, atrofia muscular espinhal, doença de Alzheimer e demência, distúrbios motores e distúrbios neuromusculares, a Biogen também investe nas áreas de manejo da dor, oftalmologia e neuropsiquiatria. "À medida em que construímos um portfólio multi-franquias em neurociência, estamos entusiasmados com a possibilidade de sermos pioneiros em novas descobertas científicas e trazer novas opções de tratamento para os pacientes que necessitam", conta o diretor médico. "A Biogen está aproveitando a interconectividade em neurociência, uma vez que o conhecimento adquirido em uma área pode repercutir em outras terapias de nosso pipeline", conclui o executivo.

Na liderança ao combate à esclerose múltipla, a Biogen possui mais de 25 anos de experiência clínica e com produtos utilizados por aproximadamente 340 mil pacientes em todo o mundo, cerca de 36% da população tratada4. No Brasil, estão disponíveis no Sistema Único de Saúde (SUS) três medicações produzidas e comercializadas pela Biogen, que são alternativas terapêuticas que atendem a todos os níveis de atividade da doença.

Somos pioneiros na AME. A Biogen detém o registro da primeira e única terapia aprovada que de fato altera o curso natural da doença. Desde dezembro de 2016, quando o Spinraza® (nusinersena) foi aprovado pelo Food and Drug Administration (FDA), nos Estados Unidos, aproximadamente 7.500 pacientes em todo o mundo passaram a ser tratados³. O medicamento já está disponível em cerca de 50 países, entre eles o Brasil.

"Como empresa que tem sólida experiência científica e é líder na pesquisa e desenvolvimento de medicamentos que transformam a neurociência em benefício da sociedade, é parte de nossa missão promover, sempre de forma ética e transparente, esses encontros técnico-científicos com os melhores especialistas em suas áreas. Desse modo, contribuímos para ampliar o nível de conhecimento em relação a essas duas doenças graves e raras, o que no final, é sempre impactante para a comunidade local de pacientes", conclui Christiano Silva.

Sobre a Biogen

Na Biogen, nossa missão é clara: somos pioneiros em neurociência. A Biogen descobre, desenvolve e oferece terapias inovadoras em todo mundo, para pessoas que vivem com doenças neurológicas e neurodegenerativas graves, assim como terapias sintomáticas relacionadas a essas doenças. Uma das primeiras empresas globais de biotecnologia do mundo, a Biogen foi fundada em 1978 por Charles Weissmann, Heinz Schaller, Kenneth Murray e pelos ganhadores do Prêmio Nobel Walter Gilbert e Phillip Sharp. Hoje possuímos o maior portfólio de medicamentos para tratar a esclerose múltipla, introduzimos o primeiro e único tratamento aprovado para atrofia muscular espinhal, e estamos focados no desenvolvimento de programas de pesquisa em neurociência para esclerose múltipla e neuroimunologia, doença de Alzheimer e demência, distúrbios do movimento, distúrbios neuromusculares, neurologia aguda, distúrbios neurocognitivos, dor e oftalmologia. A Biogen também produz e comercializa biossimilares de produtos biológicos avançados. Para saber mais, visite www.br.biogen.com.

 Ministro da Cidadania participa de homenagem a Carlos Alberto de Nóbrega na Câmara dos Deputados

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.