Header Ads

Uber anuncia contrato com Serpro para checar dados de veículos e motoristas em tempo real.

A empresa também poderá confirmar a situação do veiculo registrado no aplicativo.

© Uber


POR AMANHECER DA NOTICIAS

 A Uber e o Serpro, empresa de TI do Governo Federal, anunciam nesta terça (2), durante a LAAD Defence & Security, o fechamento de contrato de âmbito nacional. Por meio dele, a Uber poderá obter a confirmação das informações cadastrais dos motoristas parceiros e candidatos a motoristas e de seus veículos, em tempo real, a partir das informações da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV), com a autorização do Denatran - Departamento Nacional de Trânsito. A iniciativa vai permitir que os dados sejam verificados com maior rapidez e eficiência.

A Uber vai poder verificar on-line, junto com o cadastro, se estão corretas as informações fornecidas pelos motoristas, como nome, data de nascimento e número de identidade, se a carteira de habilitação está válida ou não, se foi cassada ou não, por exemplo. As fotos dos motoristas também serão verificadas digitalmente, com um software especialmente desenvolvido para isso, denominado Datavalid, que compara as imagens fornecidas pelo condutor com as arquivadas pela autoridade de trânsito, a fim de prevenir fraudes.

A empresa também poderá confirmar a situação do veículo registrado para atuar no aplicativo diretamente dessa base, a partir do fornecimento de dados básicos presentes no CRLV. Com isso, informações sobre eventuais sinistros e roubos poderão ser identificadas mais rapidamente. Hoje todas essas verificações são feitas a partir de documentos digitalmente fornecidos pelos próprios motoristas.

"Segurança é prioridade para a Uber e o trabalho de aprimoramento nesse tema tem de ser contínuo: estamos comprometidos em sempre construir uma plataforma melhor, para proporcionar viagens cada vez com mais recursos de segurança e com mais confiabilidade", explica o diretor de Comunicação da Uber no Brasil, Fabio Sabba. "Acreditamos que por meio da tecnologia conseguiremos oferecer recursos de segurança cada vez mais robustos de forma escalável. A integração com um parceiro com a expertise do Serpro e as informações do Denatran permitirá que os nossos critérios de qualidade e segurança sejam aplicados cada vez com maior eficiência e rapidez."

"O Serpro comemora a contratação, pela Uber, de um produto que explicita o caminho do provimento de soluções digitais para o cidadão. Estamos construindo um Governo cada vez mais digital, acessível às empresas e à sociedade. Essa é a nossa missão. A atuação do Serpro no Governo Digital, impulsionada nesse momento pelo Denatran, resulta em produtos como o Datavalid, que contribuem significativamente para a melhoria do ambiente de negócio das empresas brasileiras", ressalta o diretor de relacionamento do Serpro, André de Cesero.

Checagem de motoristas - A iniciativa vem se somar a uma série de medidas já adotadas pela Uber para verificar quem quer dirigir utilizando o app. Todos os motoristas parceiros cadastrados na Uber passam por uma checagem de antecedentes criminais, nos termos da lei, realizada por empresa especializada, antes que possam começar a conduzir. A partir dos documentos fornecidos para registro na plataforma, a empresa consulta informações de diversos bancos de dados oficiais e públicos de todo o País, em busca de apontamentos criminais antes do profissional começar a dirigir utilizando o app. A Uber também realiza rechecagens periódicas dos motoristas já aprovados pelo menos uma vez a cada 12 meses.

Também temos uma ferramenta que faz a verificação de identidade do motorista em tempo real. De tempos em tempos, o aplicativo pede, aleatoriamente, para que os motoristas parceiros tirem uma selfie, antes de aceitar uma viagem ou de ficar on-line, para verificar se a foto da pessoa que está usando o aplicativo corresponde àquela do cadastro. Isso ajuda a prevenir fraudes e proteger as contas dos condutores.

Além disso, a empresa está instalando em São Paulo seu primeiro centro de desenvolvimento tecnológico na América Latina, com foco em segurança. Cerca de 150 especialistas integrarão esse novo centro, que receberá investimentos da ordem de R$ 250 milhões nos próximos 5 anos, para desenvolver tecnologias que podem eventualmente se transformar em novos recursos e funções do aplicativo de mobilidade para todo o mundo.

Sobre a Uber

A Uber está transformando a forma como as pessoas pensam e experimentam a mobilidade urbana. Há pouco tempo, a empresa era apenas um aplicativo para pedir carros de luxo em algumas cidades. Hoje, ela é parte da vida de mais de 600 cidades ao redor do mundo. Seja para uma viagem, para pedir um sanduíche, a Uber usa a tecnologia para dar às pessoas o que elas querem, quando desejam.

Para quem dirige por meio da plataforma, a Uber representa uma forma nova e flexível de gerar renda. A empresa ajuda a fortalecer a economia local e a aprimorar a mobilidade urbana. E isso é só o começo. A Uber está repensando a forma como as pessoas e coisas vão se mover de um lugar para o outro, com projetos de carros autônomos, veículos voadores e de utilização da plataforma para acessar outros modais, bicicletas, patinetes e a compra de bilhetes para o uso de transporte público.

Para mais informações:press@uber.com | uber@idealhks.com

Sobre o Serpro

Líder no mercado de TI para o setor público, o Serpro desenvolve soluções tecnológicas para viabilizar o Governo Digital e facilitar a vida do cidadão.
O Serpro possui presença nacional, robusta infraestrutura de TI, moderno parque tecnológico e expertise no desenvolvimento de grandes sistemas para o governo e para o mercado. Nos últimos anos, a empresa ampliou sua atuação no mercado e, atualmente, disponibiliza soluções inovadoras e serviços cada vez mais especializados e diversificados.
Conectar governo e sociedade com soluções digitais inovadoras é a missão do Serpro, que tem o compromisso de prover tecnologias, com segurança, qualidade e confiabilidade, para aperfeiçoar a relação entre o governo e o cidadão.


 Há 100 anos,Epitacio se elegeu presidente sem estar no Brasil.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.