Header Ads

Semana da Saúde e do combate ao Câncer frisa importância de alimentação.

O dia Mundial da Saúde ,celebra no dia 7 ,e o dia Mundial de Combate ao Câncer ,lembrando dia 8.

© Reprodução


POR AMANHECER DA NOTICIAS

A primeira semana de abril reserva duas das mais importantes datas de toda a medicina: o Dia Mundial da Saúde, no dia 7, e o Dia Mundial de Combate ao Câncer, celebrado um dia depois. Os dois assuntos, claramente, caminham de mãos dadas. O Instituto Nacional do Câncer (INCA), por exemplo, espera mais de 600 mil novos casos do transtorno apenas em 2019. Vale lembrar também que, de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), o câncer é uma das dez principais causas de morte em todo o globo. Em 2018, cerca de 1.7 milhões de pessoas morreram em razão do câncer de pulmão.

Por causa até dos diferentes tipos de câncer, que podem se espalhar por virtualmente quase todas as regiões do corpo, é difícil sinalizar quais são as melhores maneiras para se prevenir do mal. Existem ainda pessoas com predisposições genéticas à doença, o que apenas piora a situação. O que oncologistas ao redor do mundo concordam, porém, é que uma boa alimentação pode, sim, ajudar a tardar e até prevenir o câncer. Há, por exemplo, um estudo do American Institute for Cancer Research (AICR), um dos mais importantes institutos de pesquisa sobre o câncer dos Estados Unidos, que recomenda que 2/3 de nossos pratos sejam preenchidos com alimentos considerados ricos em fibras, vitaminas, minerais e antioxidantes. Confira abaixo alguns destes alimentos, considerados como “anticâncer”:

1 - Frutas e vegetais como maçã, uva, brócolis, couve, e outros vegetais folhosos verde-escuros ajudam na proteção para os cânceres de pulmão, cólon, mama, próstata, boca e estômago;

2 - Fibras como arroz integral, abóbora, chia, aveia crua são protetores para o câncer do intestino grosso;

3 - Legumes e grãos como tomate, feijões, ervilhas, lentilhas ajudam na prevenção do câncer de estômago e pâncreas, e;

4 – Frutas como laranja, goiaba, kiwi, cranberry e caju, ricas em vitamina C, têm efeito antioxidante que bloqueiam a ação dos radicais livres, além de inibir a formação de nitrosaminas, que são substâncias cancerígenas.

Uma alimentação saudável é metade do caminho para a prevenção não apenas do câncer, mas também de diversos outros transtornos. Além disso, a prática de exercícios físicos é sempre muito importante, assim como visitas regulares ao médico. Seguindo estes passos, é possível levar uma vida mais duradoura e com mais qualidade.Com informação de Lucas Parolin.

Tumores de cabeça e pescoço atingem 41 mil brasileiros anualmente.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.