Header Ads

Índice de IMC acima da média e alteração na visão de caminhoneiros em São Paulo chamam atenção.

Estrada para saúde ,ensina como se cuidar e oferece opções de exames preventivos .No primeiro trimestre já passaram pelos postos fixo mais de 1,5 mil caminhoneiros.

© Saúde


POR AMANHECER DA NOTICIAS

O Instituto CCR, por meio do programa Estrada para Saúde, leva aos caminhoneiros inúmeros serviços que visam auxiliar na prevenção de doenças e garantir mais segurança aos motoristas durante as viagens. No primeiro trimestre de 2019, os dados do estado de São Paulo, coletados pelas concessionárias CCR AutoBAn e CCR ViaOeste, nos postos fixos do Programa, chamaram a atenção dos profissionais do Estrada. Mais de 59% dos motoristas atendidos pelo Programa apresentaram alterações na visão. Além disso, 71% dos caminhoneiros estão acima do peso no estado. Ao todo foram atendidos 1.677 profissionais nos primeiros três meses do ano. Em 2018 quase 17 mil motoristas foram atendidos no estado em todo o ano.

Atento a esses números e à necessidade de prevenção a doenças, o doutor José Antônio Coelho Jr., coordenador médico do Grupo CCR, elaborou algumas dicas que podem ajudar os caminhoneiros a aumentarem sua qualidade de vida e melhorar sua saúde.

Alongamento

O alongamento ajuda a relaxar, ativa a circulação do sangue, reduz a tensão dos músculos e as dores musculares. Para os caminhoneiros, que passam horas na mesma posição, alongar-se é essencial. Por isso, sempre que fizer uma parada, estiver aguardando um descarregamento ou ficar preso no trânsito, o motorista deve aproveitar para esticar os músculos.

Protetor solar

A vida na estrada também pode afetar a pele, em função dos longos períodos de exposição ao sol. Usar protetor solar diariamente é muito importante, pois previne queimaduras, envelhecimento precoce da pele, manchas e câncer de pele.

Dormir bem

O sono é a forma que o corpo encontra de se "reabastecer". Corpo, mente e todo o organismo precisam estar bem descansados para proporcionar um dia produtivo e ainda evitar sobrepeso, pressão alta, doenças cardíacas, vasculares e muitos outros problemas. Além disso, o sono é um dos principais causadores de acidentes na estrada.

Se alimentar bem

Mesmo na estrada, o motorista deve fazer todas as refeições diárias. Café da manhã, almoço e jantar, somados a lanches leves nos intervalos das refeições principais são essenciais para manter a energia. O ideal é fugir das frituras e comidas pesadas nas refeições, apostar nas saladas, carnes grelhadas e carboidrato, mas sempre em equilíbrio. Para os lanches, as frutas são a melhor opção.


Postura
Cuidar da sua postura é outro fator chave para a saúde do caminhoneiro. Muitas vezes, sentar de maneira errada parece mais confortável, mas isso pode prejudicar o corpo.

Medicamentos

O ideal é consumir medicamentos apenas se forem receitados pelos médicos. Por isso, se for utilizar alguma medicação sem acompanhamento profissional, é importante saber que alguns remédios podem fazer mal para o motorista. Listamos alguns deles:

Antigripais, analgésicos e antialérgicos, que podem prejudicar o reflexo, a concentração e até causar sonolência. E, sem dúvida, nunca usar drogas.

Paradas estratégicas

Não deixe de parar periodicamente, tanto para fazer refeições, quanto para dormir, faça isso tanto de dia quanto de noite.

Tenha um bom kit de primeiros socorros

Seja prevenido e leve sempre um kit de primeiros socorros com todos os itens necessários. Não esqueça de incluir nele um medidor de pressão arterial, para que o controle seja mantido.

Faça check-ups periódicos

Ir ao médico periodicamente é muito importante para prevenir algumas doenças e, se for o caso, obter diagnósticos. Se estiver sem tempo, pode contar com os postos de atendimento do Programa Estrada para Saúde e aproveitar para realizar uma primeira consulta básica. Lembre-se, é gratuito!


Sobre o Instituto CCR: Completando 5 anos em 2019, o Instituto CCR é uma entidade privada sem fins lucrativos que nasceu com o objetivo de estruturar a gestão de projetos de Responsabilidade Social apoiados há mais de 15 anos pelo Grupo CCR. Por meio do Instituto CCR são viabilizados projetos com recursos próprios da companhia e oriundos de leis de incentivo, com foco prioritário em quatro áreas: Cultura e Esporte; Educação e Cidadania; Meio Ambiente e Segurança Viária; Saúde e Qualidade de Vida. Comprometido com o desenvolvimento sustentável, socioeconômico e cultural nas regiões onde atua, o Grupo CCR se orgulha de ter levado cerca de 600 projetos para mais de 150 cidades no Brasil e no exterior, que, desde 2003, já beneficiaram 10,7 milhões de pessoas com investimentos de R$ 291 milhões em projetos estruturados. Saiba mais em www.institutoccr.com.br .Com informações de Carolina Bezerra.

Chocolate não é o único alimento que pode fazer mal para o pet.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.