Header Ads

Um grupo de trabalho de agrometeorologia devem ficar prontos até dia 7 de maio deste ano de 2019.

O objetivo é prover privados e públicos com informações mais adequadas das situações climáticas que afetam produção.

© Agrometeorologia


POR AMANHECER DA NOTICIAS
No próximo dia 29, o Grupo de Trabalho de Agrometeorologia vai se reunir na Embrapa em Campinas para validar relatório prévio de diagnóstico, que será utilizado para fundamentar propostas e planos de ação para a melhoria dos serviços de meteorologia e monitoramento climático da agricultura. Os resultados devem ser apresentados até 7 de maio.
Informações meteorológicas e climatológicas são fundamentais para o funcionamento das políticas agrícolas como o Programa de Subvenção ao Prêmio do Seguro Rural (PSR), Seguro da Agricultura Familiar (Seaf), Programa de Garantia da Atividade Agropecuária (Proagro), Garantia Safra (GS) e Zoneamento Agrícola de Risco Climáticos (Zarc).
“São programas que oferecem ao produtor a possibilidade de mitigar riscos das perdas decorrentes de intempéries climáticas adversas, explica Pedro Loyola, diretor do Departamento de Gestão de Riscos da Secretaria de Política Agrícola do Mapa. A secretaria coordena o grupo juntamente com o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia).
Melhores serviços de meteorologia agrícola e de monitoramento podem prover os agentes privados e públicos com informações mais adequadas das situações climáticas que afetam as atividades do setor produtivo. Contribuem assim com o melhor planejamento dos empreendimentos, mitigando as perdas por adversidades climáticas e representam redução de custos de produção como o valor das apólices de seguro rural e a otimização do uso de insumos agropecuários”, observa Loyola.
Instituído pela Portaria 74, de 21 de fevereiro, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, o grupo esteve reunido no último dia 11, no Inmet, em Brasília, para fazer um diagnóstico dos serviços de meteorologia agrícola do Governo Federal.
Participaram representantes da Secretaria de Política Agrícola do Mapa, Inmet, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB), Federação Nacional de Seguros Gerais (Fenseg) e Federação Nacional das Empresas de Resseguros (Fenaber).

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.