Header Ads

O Senador Heinze defende taxação do arroz importado dos países da Argentina ,Uruguai e Paraguai.

O senador Luiz Carlos Heinze (PP RS) defendeu nesta segunda-feira (11) em plenário a cobrança de PIS e cofins do arroz importado dos três países.

© SENADO


POR AMANHECER DA NOTICIAS

O senador Luis Carlos Heinze (PP-RS) defendeu nesta segunda-feira (11) em Plenário a cobrança de PIS e Cofins do arroz importado do Uruguai, da Argentina e do Paraguai. Para ele, a cobrança ajudaria a proteger os produtores de arroz brasileiros.
—  O que estamos colocando é a necessidade de o governo ter uma atenção com isso. Não pode ser um livre mercado. Sem falar que os custos dos insumos que são utilizados na Argentina, no Uruguai e no Paraguai são mais baixos que os custos brasileiros. Por quê? Porque as empresas aqui exploram o nosso agricultor. De onde é que vem o insumo? Syngenta do Brasil. Por que eles vendem para o produtor do Uruguai a esse preço? Então exploram o produtor que tem no Brasil —  afirmou.
O senador pediu atenção do governo federal para o assunto.
—  Sei que a ministra [da Agricultura] Tereza Cristina já está antenada para essa questão, que a Receita Federal também está antenada, e nós temos que ver como encontrar uma solução para proteger quem esteja jogando a semente na terra, jogando o seu suor, o seu sacrifício, para poder gerar riquezas no meu estado e em outros estados da nossa Federação — disse.
Não-Me-Toque
Heize também parabenizou a Expodireto Cotrijal por seus 20 anos de existência. Sediada em Não-Me-Toque (RS), a Expodireto é uma das maiores feiras do agronegócio internacional.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.