Header Ads

O Governo Federal anunciou um corte de mais de 20 mil cargos

Mais um enxugamento nas maquinas públicas no Brasil .

© Ministério


POR AMANHECER DA NOTICIAS
O Governo Federal publicou na quarta-feira (13) o  Decreto nº 9.725/2019, que  estabelece o corte de 21 mil cargos, funções e gratificações do Executivo Federal. O Decreto corta imediatamente 6.587 cargos que estão vagos (31,4%). Além disso, 2.001 (9,5%) gratificações técnicas deixarão de ser ocupadas em 30 de abril e as outras 12.412 (59,1%) serão extintas ou proibidas de ocupação no dia 31 de julho. A ação está prevista na agenda de 100 dias do governo federal.
“Essa era uma de nossas bandeiras de campanha e será uma das marcas da gestão do presidente Bolsonaro: o enxugamento do Estado e a eficiência do governo”, destacou Onyx Lorenzoni, ministro chefe da Casa Civil.
A medida é resultado de um estudo do Ministério da Economia sobre cargos em comissão e funções de confiança do governo federal, definido em conjunto com os ministérios envolvidos. “Todos tiveram que participar. Estamos fazendo um redesenho das gratificações que a Administração Pública concede aos servidores, focando nas áreas-fim. Os cargos que são essenciais para a execução do trabalho que beneficia o cidadão foram mantidos”, destacou o secretário Especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital do Ministério da Economia (ME), Paulo Uebel.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.