Header Ads

MoOBie anuncia expansão da operação de carsharing para todas as cidades do Brasil.

O aplicativo permitirá cadastro de carros e de usuários em todo o território nacional ,ampliando abrangência de 100 para mais de 5 mil município.

© Reprodução


POR AMANHECER DA NOTICIAS

Após boa performance no Estado de São Paulo e nas capitais brasileiras, a moObie, maior plataforma de carsharing da América Latina, anuncia a expansão da sua operação para todas as cidades do País. A partir de agora, proprietários de todo o território nacional podem ofertar seus automóveis para alugar no app a outras pessoas físicas; da mesma forma, usuários da moObie poderão encontrar carros em qualquer região.

A expansão para todas as cidades brasileiras é mais um passo no processo de consolidação da moObie, iniciado no segundo semestre de 2018 com o recebimento de aporte de R$ 15 milhões de investidores-anjo e parcerias com Toyota e Liberty Seguros. Em março de 2018, a plataforma contava com 75 mil usuários cadastrados e 4 mil veículos disponíveis. Após um ano, a moObie aumentou os números: atualmente são 270 mil usuários e 17 mil veículos cadastrados.

O crescimento ocorre na medida que o conceito de carsharing passa a ser cada vez mais compreendido pelos brasileiros como uma alternativa de geração de renda para pequenas empresas e pessoas físicas que estão com o carro sem uso na maior parte do tempo. "A moObie serve como um investimento: ao alugar o carro que está parado na garagem, o parceiro garante uma renda extra. O retorno financeiro serve como renda extra e até como forma de custear o próprio carro", explica Tamy Lin, CEO e fundadora da plataforma.

Por conta do aumento das demandas, a empresa mudou para um novo escritório em São Paulo e aumentou em 30% os times de operações, inovação e growth. A expansão da operação amplia a abrangência atual - de cerca de 100 cidades incluindo capitais e o Estado de São Paulo - para mais de 5.570 municípios. Segundo Tamy, "vamos chegar em cidades onde não há nem aplicativos de táxi ou de mobilidade urbana. Nestes locais, seremos a principal solução de mobilidade urbana para muita gente".

Período de testes nas capitais

Até o final de 2018, a startup atuava de forma consistente em todo o Estado de São Paulo e em Curitiba. Após receber de proprietários de outras regiões inúmeros pedidos de inclusão de carros na plataforma, em janeiro de 2019 foi ampliada a operação para as 26 capitais estaduais e Distrito Federal.

A operação nas capitais foi usada como um projeto piloto para compreender os diferentes mercados locais e o potencial de cada um. Após laboratório de 45 dias, a equipe de operação da moObie concluiu que era necessário expandir o modelo, de acordo com as demandas recebidas.

"Durante o teste, verificamos como cada região trata a questão da renda extra e o ato de alugar o veículo para um terceiro. Resultou em duas demandas: em regiões turísticas, os parceiros colocam o carro no aplicativo para alugar às pessoas que chegam para passar alguns dias no local. Em outras, onde o transporte público é insuficiente e táxis são caros, o compartilhamento é opção para o uso no dia a dia. Isso, somado aos pedidos que recebemos diariamente de todos os pontos do Brasil, nos faz concluir que o mercado de compartilhamento é possível em todo o País", comenta Tamy.

O funcionamento

A locação acontece de Pessoa para Pessoa (P2P) por meio de um app intuitivo e prático. O condutor que precisa de um carro faz o cadastro do cartão de crédito e a CNH pelo celular, que é avaliada pelo time da moObie quanto à validade e regularização, além de outros critérios que garantem a segurança.

Já o proprietário cadastra seu carro, que passa por validação onde são verificados a situação junto ao Detran/Denatran, vigência do seguro e critérios de elegibilidade (ano de fabricação igual ou superior a 2009 e menos de 100 mil km rodados).

Depois de cadastrado, o interessado acessa o app para buscar o veículo disponível mais indicado à sua necessidade em um mapa de localização, verifica preço e solicita a reserva. Do outro lado, o dono visualiza o pedido e tem autonomia para aceitar ou não a solicitação na data especificada, de acordo com sua disponibilidade. O pagamento é feito no ato da confirmação da reserva via cartão de crédito do condutor e entra na conta do proprietário do carro cadastrada na moObie em datas pré-definidas.

No ato da entrega das chaves, é realizado um check-in no próprio app; da mesma forma, na devolução é feito check out via celular. O carro deve ser devolvido nas mesmas condições em que foi entregue, limpo e abastecido. Caso haja infração ou acidente durante a locação, há processos preestabelecidos. O número da habilitação do usuário fica registrado e o carro está segurado durante todo o período de locação - (se houver sinistro, a seguradora da moObie é a responsável e não a do proprietário. E se houver infração, os pontos vão para o usuário, não para o dono do carro).

Sobre a moObie

A moObie é uma comunidade criada para promover a economia criativa e incentivar novas soluções de mobilidade urbana como o carsharing (compartilhamento de veículos), que visa contribuir para cidades mais sustentáveis. Com um app intuitivo e prático, a empresa aproxima pessoas interessadas em otimizar o investimento feito em um carro e obter uma renda extra (o proprietário) de pessoas que procuram um meio de transporte seguro e acessível (o usuário).COM INFORMAÇÃO DE GABRIEL PROIETE DE SOUZA.

 Já se faz dois meses da tragédia em Brumadinho MG : como recuperar os danos causados ao meio ambiente ?

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.