Header Ads

Polo norte magnético da Terra está se deslocando para Sibéria

Mudança pode afetar mapas de navegação e sistemas de GPS

© Reprodução/Nasa

 POR ANSA



O polo norte magnético, aquele para o qual apontam os ponteiros das bússolas, está se movendo mais rapidamente do que o previsto do Canadá em direção à Sibéria, na Rússia, a uma velocidade de 55 quilômetros por ano.

O fenômeno não deve ser visto com preocupação, mas deve provocar uma reprogramação de mapas de navegação aérea e aquática e até de smartphones.
Por conta disso, a Administração Oceânica e Atmosférica Nacional dos Estados Unidos (Noaa) publicou, com um ano de antecipação, o novo modelo magnético da Terra, que dará informações mais precisas para usos militares e civis.
"O deslocamento dos polos magnéticos é a manifestação na superfície do que acontece no campo magnético terrestre: correntes elétricas que correm no núcleo externo da Terra, feito de ferro e níquel derretidos", explica Domenico Di Mauro, do Instituto Nacional de Geofísica e Vulcanologia da Itália (INGV).
Segundo Leonardo Sagnotti, também do INGV, esse deslocamento mais rápido do que o esperado "faz parte da variação normal do campo magnético terrestre". "No passado geológico da Terra, houve mudanças muito mais bruscas", diz. O último modelo magnético da Terra havia sido elaborado em 2015. (ANSA)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.