Header Ads

Senado convoca ex-advogado de Trump a prestar depoimento

Michael Cohen já foi condenado a três anos de cadeia

© DR

POR ANSA



A Comissão de Inteligência do Senado dos Estados Unidos convocou Michael Cohen, ex-advogado pessoal do presidente Donald Trump, para prestar depoimento em meados de fevereiro.

Cohen já foi condenado em dezembro passado a três anos de prisão por evasão fiscal, falso testemunho e violação da lei eleitoral, ao ter mentido sobre as datas das negociações para construir uma Trump Tower em Moscou, que terminaram em julho de 2016, e não em janeiro, como ele havia dito.
Além disso, o advogado admitiu ter subornado duas mulheres, a atriz pornô Stephanie Clifford (mais conhecida como Stormy Daniels) e a ex-coelhinha da Playboy Karen McDougal, que alegam ter tido casos conjugais com Trump. Os pagamentos ocorreram na reta final da campanha eleitoral de 2016.
Os senadores poderão questionar Cohen sobre a denúncia do BuzzFeed de que ele teria mentido ao Congresso sobre a Trump Tower por ordem do presidente, informação qualificada como "imprecisa" pelo procurador do caso, Robert Mueller. O portal, no entanto, manteve sua versão.
O advogado também tem depoimento na Câmara dos Representantes previsto para 7 de fevereiro, mas sua defesa pediu um adiamento, devido a supostas "ameaças contra sua família por parte do presidente Trump". (ANSA)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.